CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Sesc Ler Belo Jardim promove encontro do rap com o cordel



O Sesc Ler Belo Jardim recebe nesta terça-feira (03/07) o Circuito de Oralidades do projeto Arte da Palavra. Nesta edição, a unidade vai promover um encontro inusitado, porém instigante, entre o rap e o cordel, com o rapper Vitor Pirralho e o cordelista Jorge Calheiros. O encontro ocorre no Laboratório de Autoria Literária, com duas sessões: uma às 15h30 e outra às 19h30. A entrada é gratuita.

Durante o evento, intitulado “De repente, rap”, os dois artistas vão apresentar suas criações, misturando o que cada um tem de melhor. Vitor é rapper, e Jorge, cordelista. Vitor Pirralho tem dois álbuns gravados, com composições interpretadas por cantores como Ney Matogrosso e Zeca Baleiro. Jorge Calheiros tem mais de 100 cordéis publicados e decorados. O Sesc Ler Belo Jardim está localizado na Rua Pedro Leite Cavalcante, s/nº, no bairro Cohab II.

Sobre Vitor Pirralho – É professor de literatura brasileira e língua portuguesa, em sua atividade diária entrou em contato com a Antropofagia oswaldiana e encontrou no discurso do Manifesto a inspiração para suas músicas. A partir daí entra em cena o Vitor Pirralho, rapper que assume o princípio da devoração crítica da cultura inimiga, para assim aprimorar a sua própria cultura.

Sobre Jorge Calheiros – Alfabetizado aos 10 anos de idade, Calheiros desde então se apaixonou pelas palavras. Em 2011, foi agraciado com o Registro de Patrimônio Vivo de Alagoas (RPV/AL) e é considerado uma das importantes referências brasileiras da literatura de cordel.

Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras – o projeto foi lançado em março de 2017 para atuar em toda a cadeia da literatura, incluindo a formação e a divulgação de novos autores, a valorização das novas formas de produção e fruição literária, estimulando a divulgação de autores nas suas diferentes formas de manifestações, a fim de promover o intercâmbio de artistas e a formação de leitores, possibilitadas pela emergência de discursos periféricos e a utilização de novas tecnologias. Três tipos de circuito compõem o projeto: Autores, voltado para a valorização e divulgação de autores; Oralidade, com apresentações em que a oralidade é privilegiada, voltado para contadores de histórias, saraus e apresentações que mesclam poesia com outras manifestações artísticas; e Criação Literária, com oficinas literárias de diferentes temáticas para o exercício da prática da escrita literária e formação de leitores com maior bagagem literária

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 19 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco,