CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Polícia Federal alerta pais e filhos de como se progeter de ataques de Pedófilos e Cibercriminosos


 
 
A Polícia Federal em Pernambuco dentro das comemorações alusivas ao dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes visando orientar pais e filhos em como se proteger de ataques de pedófilos e outros crimes utilizando a rede mundial de computadores vem a público INFORMAR que ao longo de todo o ano realiza palestras em escolas públicas e privadas, faculdades, clubes, associações empresas e igrejas e quem se interessar pode solicitar tais palestras fazendo contato através do fone (81) 2137.4076 no horário compreendido das 8h até as 14h. AS PALESTRAS SÃO GRATUITAS E SÃO DISTRIBUÍDAS CARTILHAS INFORMATIVAS PARA MELHOR COMPREENSÃO DE TODOS!

O Brasil possui o quarto lugar no consumo de pedofilia no mundo. Não existe um perfil definido para se reconhecer um pedófilo, porém dentre as possíveis causas que levam uma pessoa a prática da pedofilia estão: SEXUALIDADE REPRIMIDA, ABUSO SEXUAL NA INFÂNCIA, PERVERSÃO SEXUAL E DESVIO DE PERSONALIDADE DE ORIGEM PSICOLÓGICA. Suas estratégias para atrair crianças e adolescentes pela internet podem ser facilmente detectadas, suas vítimas geralmente são crianças e adolescentes entre 2 e 16 anos que foram abusadas sexualmente e tiveram suas imagens distribuídas na internet para consumo da rede criminosa que se estende pelo mundo. Pioneira nesta área de investigação no Brasil a PF investiga tais casos através de iniciativa própria ou de denúncias feitas através do site www.pf.gov.br e sendo comprovada a existência do crime é instaurado inquérito policial e daí para frente passa-se a investigar os possíveis suspeitos com o objetivo de encontrar provas que identifique-o para realização de sua prisão. Além dos sites já mencionados acima outros números também poderão ser acionados para fazer denúncias tais como: o nº 100, além do 190 da Polícia Militar, o sigilo da informação e o anonimato são garantidos.

Tendo em vista a destinação constitucional e o compromisso assumido pela Polícia Federal no sentido de prevenir e reprimir a exploração sexual de crianças e adolescentes e a pornografia infantil na internet, delito nefasto que afeta de forma grave a dignidade da pessoa humana, entende-se que todos os esforços devem ser feitos para que toda a sociedade possa também contribuir para serem, mais do que meros partícipes, verdadeiros protagonistas nesta luta que é de todos. Nestas palestras pais são orientados por especialistas da polícia federal em como devem identificar possíveis sinais de ataques de pedófilos através do comportamento da criança, vigilância no acesso à internet e os filhos recebem informações de segurança ao utilizar páginas de relacionamento, bem como as estratégias utilizadas por pedófilos para atraí-los.

EM 2016 PERNAMBUCO CONTABILIZOU OS SEGUINTES RESULTADOS:
1. Deflagradas 05 (cinco) operações;
2. Efetuadas 06 (seis) prisões em flagrante;
3. Cumpridos 12 (doze) Mandados de Busca e Apreensão;
4. Detectado 08 (oito) cidades com registro de pornografia infantil.
5. Foram instaurados 15 (quinze) inquéritos policiais;
EM 2017 PERNAMBUCO CONTABILIZOU OS SEGUINTES RESULTADOS:
1. Deflagradas 06 (seis) operações;
2. Efetuadas 10 (dez) prisões em flagrante;
3. Cumpridos 18 (dezoito) Mandados de Busca e Apreensão;
4. Detectado 15 (quinze) cidades com registro de pornografia infantil.
5. Foram instaurados 15 (quinze) inquéritos policiais;

EM 2018 PERNAMBUCO CONTABILIZOU OS SEGUINTES RESULTADOS:
1. Deflagradas 03 (três) operações;
2. Efetuadas 04 (quatro) prisões em flagrante;
3. Cumpridos 04 (quatro) Mandados de Busca e Apreensão;
4. Detectado 05 (cinco) cidades com registro de pornografia infantil.
5. Foram instaurados 03 (três) inquéritos policiais;

DICAS DE SEGURANÇA PARA OS PAIS:

OS PAIS DEVEM TER UM VÍNCULO DE AMIZADE E CUMPLICIDADE COM SEUS FILHOS: A correria do dia a dia faz com que as famílias não possam mais manter um diálogo franco e aberto com seus entes queridos. E o resultado disso são pais que não sabem mais nada acerca da rotina e dos problemas que seus filhos estão passando. Gaste pelo menos dez minutos com seu filho para saber como foi o dia a dia dele com perguntas do gênero: Como foi o seu dia hoje? Conheceu novas amizades? Notou alguma coisa ou alguém estranho próximo de você? Ficou chateado com alguém? Alguém postou algo esquisito ou estranho em seu perfil do Facebook? Tais perguntas vai proporcionar aos filhos uma cumplicidade muito grande com seus pais e um hábito extremamente saudável e no menor sinal de perigo, a criança procurará seus pais para conversar sobre o assunto e nunca procurará um estranho.

OS PAIS DEVEM TER UM CONHECIMENTO BÁSICO DE INTERNET E COMPUTAÇÃO, PRINCIPALMENTE SOBRE REDES SOCIAIS: – Não precisam ser usuários assíduos ou experts das redes sociais, mas sim conhecê-las e para entender como funciona, porque como os pais poderão instruir seus filhos se eles forem ignorantes nesta área sem ter nenhum tipo de conhecimento e habilidade? Infelizmente os filhos hoje em dia tem um conhecimento muito maior do que os pais do mundo digital;

OS PAIS DEVEM SUPERVISIONAR O ACESSO DOS FILHOS DE UMA FORMA DISCRETA E NÃO OSTENSIVA SEM SER AUTORITÁRIO, ARROGANTE OU CASTRADOR: Proibir não educa e nem previne o melhor caminho é o diálogo e a orientação. Quando o diálogo entre pais e filhos é natural, a amizade entre eles no meio digital se torna uma extensão da relação doméstica.

OS PAIS DEVEM ALERTAR E CONSCIENTIZAR A CRIANÇA SOBRE OS PERIGOS QUE ELA PODE ENCONTRAR E ENSINÁ-LO A EVITÁ-LOS: (alertas como: não colocar informação pessoais em demasia tais como: números de documentos, endereço residencial ou da escola, nome dos pais, foto da frente de sua residência, foto do carro com a placa exposta, da fachada do colégio, fotos com rol de amigos e jamais adicionar quem não se conhece);

O CONSENTIMENTO DO JOVEM PARA QUE OS PAIS ACESSEM O SEU PERFIL COM A SUA SENHA É FUNDAMENTAL: Entre regularmente no perfil do seu filho para ver o que ele tem postado e com quem tem iniciado amizades; e para isso se faz necessário que os pais tenham um perfil no Facebook e seja adicionado pelos seus filhos, porém os pais devem resistir à tentação de bisbilhotar os passos virtuais do adolescente. A senha deve ser acionada apenas se houver indícios sérios de que algo está errado.

SE POSSÍVEL, DEIXE O COMPUTADOR NUM CÔMODO PÚBLICO E VISÍVEL DA CASA para que em qualquer momento possa ser visualizado o que a criança está acessando

NÃO PERMITA ALTAS HORAS DE EXPOSIÇÃO NA INTERNET: os jovens pertencem a uma geração que se comunicam por meio da internet, eles tendem a passar muito tempo conectados – cabe aos pais impor regras e limitar o tempo. Alguns adolescentes ultrapassam a linha da normalidade rumo a compulsão. Neste caso ofereça alternativas ao seu filho para fazer outra coisa – como passar tempo juntos em cinemas, corridas, teatros, restaurantes, shoppings, parques, praias etc.

DICAS DE SEGURANÇA PARA OS FILHOS:

NUNCA INCLUA INFORMAÇÕES PESSOAIS EM DEMASIA: (n.ºs de telefone, RG, CPF, endereço, idade, filiação, escolaridade, gostos e preferências pessoais sobre: filmes, música, time favorito, esportes, comidas, vestuário, planos para o futuro).

NÃO POSTAR FOTOS EM EXCESSO: Evite expor suas fotos íntimas ou com pessoas (os bandidos saberão quem são os seus amigos e círculo de amizade), carros com placas expostas (os bandidos poderão saber o endereço daquela pessoa através de funcionários ou policiais corruptos (INFOSEG) que possam conseguir essas facilidades juntos aos DETRAN´s estaduais, casas (Os bandidos poderão saber a cor, número, formato e estrutura de segurança do imóvel), escolas (os bandidos poderão saber onde a pessoa estuda);

NUNCA INCLUA DESCONHECIDOS EM CONTATOS – Cabe aos pais alertar sobre a presença de perfis falsos, pedófilos e grupos com conteúdo inadequado nas redes sociais – mantendo apenas na lista de contatos apenas as pessoas que conhece fora do ambiente virtual, como os parentes, colegas de escolas e do condomínio;

A PRIVACIDADE E INTIMIDADE É ALGO QUE DEVE SER A TODO O CUSTO PRESERVADO: Nunca se deve confiar cegamente em namorados, amigos, parentes, vizinhos, e colegas de trabalho repassando, compartilhando, filmando ou cedendo para eles registros íntimos de fotos ou vídeos feitos em aparelhos celulares ou qualquer outro mecanismo de gravação. Na maioria das vezes namoros são rompidos de forma litigiosa onde ambas as partes aproveitam tais registro para se vingar ou chantagear um ao outro. Nunca deixe que fotos ou vídeos fiquem armazenados em celulares ou câmeras fotográficas ou filmadoras, tais objetos podem ser roubados ou perdidos e a pessoa que ficou de posse desses equipamentos podem baixar os arquivos e publicá-los na internet causando sérios prejuízos para quem o perdeu ou foi vítima do roubo;

POR QUE 18 DE MAIO?
No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), de nome Araceli foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos. Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

O QUE É VIOLÊNCIA SEXUAL?
É a situação em que a criança ou o adolescente é usado para o prazer sexual de uma pessoa mais velha. Ou seja, qualquer ação de interesse sexual, consumado ou não. É uma violação dos direitos sexuais das crianças e adolescentes, porque abusa ou explora do corpo e da sexualidade, seja pela força ou outra forma de coerção impróprias à sua idade, ou ao seu desenvolvimento físico, psicológico e social.

ABUSO X EXPLORAÇÃO
Abuso sexual é qualquer forma de contato e interação sexual entre um adulto e uma criança ou adolescente, em que o adulto, que possui uma posição de autoridade ou poder, utiliza-se dessa condição para sua própria estimulação sexual, da criança ou adolescente, ou ainda de terceiros, podendo ocorrer com ou sem contato físico. Já a exploração se caracteriza pela utilização sexual de crianças e adolescentes com a intenção de lucro, seja financeiro ou de qualquer outra espécie. São quatro formas em que ocorre a exploração sexual: em redes de prostituição, pornografia, redes de tráfico e turismo sexual.

PREVENÇÃO
A melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção. É necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral, e dos profissionais das áreas de educação e jurídica, com a identificação de crianças e adolescentes em situação de risco, e o acompanhamento da vítima e do agressor. Fonte: Agreste Violento