CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Protesto afeta fornecimento de combustível



O protesto dos caminhoneiros contra o preço do diesel está afetando o fornecimento de combustível na Região Metropolitana do Recife, com registro de fechamento de posto de combustível. Hoje, passageiros relataram filas maiores para pegar ônibus. O aumento da espera se dá pela redução em 8% o número de viagens, anunciado pelo Grande Recife Consórcio de Transporte para evitar desabastecimento da frota.

Desde a segunda-feira, os caminhoneiros realizam protestos. Ao longo desta quarta-feira, bloqueios parciais foram feitos por caminhoneiros em diferentes pontos do estado.

Segundo o Porto de Suape, um grupo impede que caminhões entrem no complexo portuário. Ônibus e veículos menores têm acesso normal. A situação se repete hoje.

A juíza federal Daniela Zarzar Pereira de Melo Queiroz concedeu liminar, na noite de ontem, determinando que o Sindicato dos Condutores em Transportes de Cargas Autônomos de Pernambuco (Sintracape) autorize o acesso de uma empresa terceirizada, que transporta combustível aeroviário, ao Porto.

Na decisão, a juíza deu prazo de 8 horas para o cumprimento da medida, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil. A medida atende a um pedido da União, uma vez que o protesto vem afetando tanto a atividade portuária, quanto a aeroviária, especialmente a regularidade de fornecimento de combustíveis para o Aeroporto dos Guararapes.

A Infraero apontou que os aeroportos estão operando normalmente hoje e que está monitorando o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais, além de estar em contato com companhias aéreas e órgãos públicos relacionados ao setor aéreo para garantir o fornecimento de combustível de aviação. Fonte: G1