CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Mães enfrentam deficiências para criar e educar os filhos


Em comemoração ao Dia das Mães, celebrado no domingo (13), o ABTV 1ª Edição exibiu uma reportagem sobre mães que são exemplos de superação ao criar e educar os filhos.  

Para Lucy Alves, Maria de Fátima da Silva e Patrícia Mendes ser mãe é sinônimo de amor, de força, de fé, de perseverança, de persistência. Cada uma delas passou por dificuldades na vida, mas não desistiram de cuidar e amar os filhos da melhor maneira possível.  

A consultora Maria de Fátima foi vítima de bala perdida há 36 anos e por conta disso, teve os movimentos das pernas prejudicados. Ela tem dois filhos, e precisou se superar para dar conta de todas as tarefas e compromissos exigidos de qualquer mãe. "Não me acho uma super mãe. Quando levei o tiro, uma virada aconteceu na minha vida, pensei que ia morrer, mas aguentei firme porque tinha meus filhos", diz ela.  

A pedagoga Patrícia Mendes é deficiente visual. Com um filho de dez meses, ela precisou mostrar que é capaz de cuidar da criança como qualquer outra mãe e enfrentar todas as dificuldades causadas pela cegueira. "É inexplicável ser mãe, é uma alegria, um presente de Deus", expressa Patrícia.  

A presidente da Associação Caruaruense de Cegos, Lucy Alves, tem uma doença degenerativa da retina desde criança. Ela é viúva e mãe de duas filhas, e assim como Fátima e Patrícia, Lucy também precisou superar as barreiras da vida para educar as filhas. Além de precisar enfrentar todas as dificuldades, ela também ajuda outras mães a lidarem com a deficiência e ter uma vida o mais normal possível. Fonte: G1 Caruaru