CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Falta de combustível pode deixar caixas eletrônicos desabastecidos


O estoque de combustível das redes de abastecimento de caixas eletrônicos está acabando. De acordo com o presidente do Sindicato dos Vigilantes do Transporte de Valores do Estado de Pernambuco (Sindfort) Cláudio Mendonça, a empresa TB Forte, da rede TecBan, responsável pelo fornecimento de dinheiro dos caixas eletrônicos Banco24h, tem combustível somente até este domingo (27). Com isso, há risco de desabastecimento ocorrido pela greve dos caminhoneiros.  

Outras empresas também responsáveis pelo recolhimento de valores de bancos, lojas e reposição em estabelecimentos encontram-se em mesma situação, como é o caso da Corpves Segurança e Brinks. Já a Prossegur e Preserve ainda têm estoque para continuar com suas funções por mais 12 dias, se a greve continuar.

Reivindicações
A principal exigência dos caminhoneiros, que realizam greve desde segunda-feira (21) é a queda no preço do óleo diesel. Para reduzir o preço do diesel, as entidades querem que o governo estabeleça uma regra para os reajustes do produto – hoje, os preços flutuam de acordo com o valor do petróleo no mercado internacional e a cotação do dólar e também pedem a diminuição dos impostos sobre o combustível, que representam cerca de 45% do valor do litro  (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE),  PIS/Cofins  e ICMS). Eles também pedem a aprovação do projeto de lei 528 de 2015, que cria a política de preços mínimos para o frete. Fonte: Diário de Pernambuco