CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Dois PMs morrem após serem atropelados por trem do Metrô no Recife



Uma operação policial terminou em tragédia na noite desta terça-feira (15) no Recife. Dois policiais militares morreram atropelados por uma composição do Metrô do Recife e dois outros PMs ficaram feridos.

O acidente ocorreu por volta das 20h40 na comunidade do Papelão, no bairro de São José, perto da estação Joana Bezerra, quando quatro PMs cruzaram a pé a linha férrea atrás de um grupo encapuzado que estaria para executar um homem e foram atingidos pelo metrô. Todos as vítimas pertenciam ao 16º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco (BPM).

No atropelamento, o sargento Enéas Severino de Sena, 42 anos, que integra a Banda de Música da Polícia Militar, morreu no local do acidente. O sargento Adeildo morreu a caminho do Hospital da Restauração, para onde os feridos foram levados. No HR, que se localiza também na região central do Recife, estão internados o PM Clécio Santos, que estaria em estado grave, e o quarto policial ferido.



A área onde houve o atropelamento é escura e em declive segundo o perito do Instituto de Criminalística Heldo Souza. De acordo com a perícia, também se observou que o o trem é silencioso e, por ser uma área em descida, desenvolvia uma maior velocidade. A composição atingiu frontalmente os PMs.

A informação que circulou de que o farol da composição estaria apagado não foi confirmada pela perícia. “Quando periciamos, a composição já estava parada, com os faróis apagados”, disse o perito. Segundo ele, “a princípio o atropelamento foi uma fatalidade”.

Em contato com o Portal FolhaPE, a assessoria da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) disse estar apurando as causas do acidente, mas que ainda era cedo para se pronunciar por meio de nota oficial.


PMPE
Em nota à imprensa divulgada no fim da noite, a Polícia Militar de Pernambuco lamentou o “trágico acontecimento desta terça-feira à noite, quando dois policiais do 16º BPM, no estrito cumprimento do dever, acabaram mortos, atropelados por uma composição do metrô na Estação Recife”.

A nota explicou que os dois PMs, junto a outros dois policiais, realizavam “incursões na área férrea na procura de contumazes meliantes que usam do local para o cometimento de crimes como tráfico e assaltos”. Também pediu compreensão de todos diante da situação, avisando que, quando tiver informações precisas sobre o caso, repassará e informou que a atenção agora está para as “famílias dos que perderam a vida em defesa da sociedade, bem como em total apoio aos policiais militares que se encontram feridos”.
Fonte: FolhaPE