CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Desabastecimento de combustível cancela voos no Recife e suspende produção da fábrica da Jeep em PE


O desabastecimento de combustível por conta do protesto dos caminhoneiros contra o aumento do preço do diesel provocou o cancelamento de 18 voos no Aeroporto Internacional do Recife-Guararapes / Gilberto Freyre e a suspensão da produção do Polo Automotivo Jeep, em Goiana, na Região Metropolitana. 

O 4º dia da greve dos caminhoneiros também diminuiu a circulação de ônibus no Grande Recife, aumentou os preços de alimentos no Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa), na capital, e resultou no fechamento de postos por falta de combustível. 

No Recife, 12 voos da Azul Linhas Aéreas foram cancelados nesta quinta (24). Cinco deles decolariam do Recife com destino a Fernando de Noronha (voo número AD2700), Natal (AD2502), Juazeiro do Norte (AD2930), Campina Grande (AD6980), Goiânia (AD4321) e Maceió (AD2764). Houve também cancelamento dos voos que pousariam na capital pernambucana oriundos de Fernando de Noronha (AD2701), de Natal (AD5135), Juazeiro do Norte (AD2931), Campina Grande (AD6981), Belém (AD2718) e Maceió (AD5765). 

Na sexta-feira (25), a Azul Linhas Aéreas informou que outros seis voos foram cancelados, sendo três saindo do Recife para Belo Horizonte (AD2581), Salvador (AD4981) e Belém (AD6413) e outros três chegando à capital pernambucana, oriundos de São Luís (AD2949), Petrolina (AD4071) e Belém (AD 6412)  

Por meio de nota, a companhia aérea informou que oferece a remarcação de bilhetes sem custo para clientes com voos programados até 31 de maio e que desejem optar por datas alternativas à sua programação. As remarcações podem ser feitas através da central de atendimento, nos números 4003-1118 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800-887-1118 (demais localidades). 

Também por conta da mobilização nacional dos caminhoneiros, o Polo Automotivo Jeep suspendeu a produção a partir desta quinta (24). É a primeira vez que a fábrica, inaugurada em abril de 2015, tem a produção suspensa. No local, são produzidos três modelos de veículo: Renegade, Toro e Compass.  

Por meio de nota, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) informou que a suspensão da produção ocorreu “devido à irregularidade dos fluxos logísticos decorrentes do bloqueio de parte da malha rodoviária local”. No texto, a empresa também afirmou que “permanece avaliando a evolução da situação”.
Fonte: G1PE