CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Com dois gols de Pablo Pardal, Sport vence o Salgueiro e fica com terceiro lugar do Estadual

Para uma partida que concretamente muito pouco valia para o Sport, o saldo até acabou sendo bastante positivo para os rubro-negros. Afinal, se o técnico Nelsinho Batista queria fazer observações no elenco, ele deve ter gostado muito de ter visto o prata da casa Pablo Pardal estrear na temporada como titular do Leão. Com dois gols, o atacante de 18 anos foi o destaque na vitória por 3 a 0 sobre o Salgueiro, na noite desta segunda-feira, na Ilha do Retiro. O êxito sacramentou o Sport como o terceiro colocado do Campeonato Pernambucano e, consequentemente, ratificou a ida do clube à Copa do Brasil do ano que vem - sem a necessidade da utilização do ranking. O Salgueiro ficará fora do torneio nacional. 

O outro gol da vitória do Leão foi marcado pelo zagueiro Léo Ortiz. Apenas 932 torcedores testemunharam o tranquilo êxito rubro-negro. O Sport agora volta a campo somente no dia 15 abril, quando irá estrear pelo Campeonato Brasileiro da Série A, diante do América-MG, em Belo Horizonte.      

O jogo 
Jogando pela honra, mas também para manter o ritmo do elenco visando o Brasileirão, o Sport fez um início de partida interessante. Com boa movimentação ofensiva, com Everton Felipe, Neto Moura e Marlone dando uma boa dinâmica ao setor, o Leão tentou imprimir nos minutos iniciais uma pressão sobre o Carcará. Com o adversário recuado na defesa, restou ao Leão martelar. A equipe, porém, voltou a sentir com a ausência de uma referência no ataque. Desta vez, o prata da casa Pablo Pardal fez a função, mas sem sucesso ao longo do primeiro tempo. 

Apesar da maior posse de bola, o Sport só chegou com perigo pela primeira vez aos 18 minutos com Pardal dando um bom passe para Raul Prata. Mondragon evitou o gol. Aos 31, Neto Moura deu bom passe para Gabriel, que bateu com perigo à direita de Mondragon. Aos poucos, o ritmo rubro-negro foi caindo. O Sport time deixou de pressionar enquanto o Salgueiro se manteve firme à proposta de se dedicar à forte marcação. O primeiro tempo se encerrou sob as vaias dos poucos torcedores rubro-negros. Fonte: Diário de Pernambuco