CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

UFRPE fará de Belo Jardim um polo de engenharia e inovação tecnológica em Pernambuco



O avanço da abertura de campus das universidades públicas tem mudado completamente o cenário educacional e do mercado de trabalho de inúmeros municípios espalhados pelo País e, tão logo, também deverá provocar o mesmo em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, assim que comece a funcionar o campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). A nova instituição será lançada oficialmente no município no dia 5 de março.

Como uma universidade possibilita oportunidades para os estudantes de um município


Em Laguna, por exemplo, município situado no litoral catarinense distante 118 quilômetros da capital do Estado, Florianópolis, a chegada da Universidade Estadual de Santa Catarina (Udesc) possibilitou a formação e a consequente inserção no mercado de trabalho de centenas de profissionais.

Em 2006, com a criação do primeiro curso de graduação em arquitetura e urbanismo da universidade, Laguna não imaginava o que poderia vir pela frente. Até 2013, por exemplo, já eram eram 720 acadêmicos nos cursos de graduação em engenharia de pesca e arquitetura.

“Aos poucos, tem se tornado cada vez mais visível o papel que a universidade vem desenvolvendo no município”

Segundo o diretor de ensino da instituição, Cláudio Willeman, as duas graduações oferecidas no campus foram definidas e trazidas para Laguna de acordo com as necessidades regionais. “O foco da graduação em arquitetura foi dar ênfase em restauro, por conta do patrimônio histórico de Laguna”, disse. São mais de 600 edificações tombadas pelo Iphan Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Já o curso de engenharia de pesca foi escolhido com o objetivo de desenvolver projetos na área de cultivo, extrativismo e produção de novas tecnologias na área pesqueira.

Importantes projetos de extensão e de pesquisa já demonstraram benefícios para a cidade. Um deles é do professor e doutor em biologia, Fábio Daura, sobre a população de botos de Laguna. Seus estudos já estão sendo usados como base para o planejamento do turismo sustentável na cidade e realização de competições náuticas.

Aos poucos, tem se tornado cada vez mais visível o papel que a universidade vem desenvolvendo no município, como uma grande parceira no desenvolvimento econômico, social e tecnológico. Muitas outras áreas ainda podem se beneficiar deste ‘laboratório’ em grandes proporções. Ela está aí para contribuir, ensinar e mostrar Laguna com ‘novos olhos’.

Chegada da UFRPE irá proporcionar cenário de oportunidades em Belo Jardim


Um dos cursos da UFRPE de Belo Jardim será o de engenharia da computação.

Indústrias e empresas instaladas em Belo Jardim que demandam por mão de obra qualificada nas áreas das engenharias já comemoram a vinda da UFRPE para o município, assim como estudantes que simpatizam com alguma das áreas da engenharia.

O campus da instituição, inicialmente, irá contar com os cursos de engenharias química, de controle e automação industrial, da computação e engenharia hídrica.

“A vinda desta universidade para Belo Jardim é um fato histórico. Com a instalação de uma universidade, que a gente passa a ter uma formação de mão de obra de qualidade nas áreas de tecnologia, de controle de automação, de química, engenharias que têm uma relação direta com o nosso negócio, é algo que representa um ganho ímpar para todos nós, para a cidade. Teremos pessoas sendo formadas aqui e podendo ser aproveitadas aqui mesmo no mercado de trabalho”.

Alinhado ao pensamento de empresas situadas em Belo Jardim também compartilham da mesma visão em relação ao ganho de mão de obra qualificada a partir da instalação da universidade no município.

“Os cursos anunciados para a UFRPE que virá para cá estão muito bem alinhados com o perfil profissional requerido nas empresas não só de Belo Jardim, mas de toda a região. Esta definição proporciona mão de obra qualificada que favorece o processo de recrutamento, seleção e retenção de profissionais pelas indústrias locais. É um fator importante para o desenvolvimento das empresas já instaladas, como também na avaliação de novos investimentos”.

Aluno do curso técnico de informática do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), campus Belo Jardim, o estudante Paulo Victor é um entre tantos que estão comemorando a chegada da UFRPE com cursos voltados sobretudo para a área de tecnologia.

“Esses quatro novos cursos de engenharia que estão chegando para Belo Jardim representarão um grande avanço para a economia e, sobretudo, para a aprendizagem e a profissionalização de nós, jovens estudantes”, afirma Victor.

A UFRPE campus Belo Jardim



A expectativa é que inicialmente a Unidade Acadêmica de Belo Jardim da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UNABJ) conte com cerca de 1.600 estudantes. Os cursos terão duas entradas anuais com 40 vagas por semestre letivo, resultando em 80 vagas anuais por Curso. A carga horária dos cursos de engenharia deverá ser de 3.915, distribuídas em 5 anos, ou seja, 10 períodos.



Campus de BJ da UFRPE terá sua sede construída às margens da BR-232 

A ideia é que até a conclusão do novo prédio, que vai funcionar em terreno cedido pelo Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), às margens da BR-232, a UNABJ funcione em instalações provisórias.

A definição de implantação do novo campus da UFRPE é uma das marcas da programação do centenário da instituição, com a implantação do Polo de engenharia e Inovação tecnológica.
(Foto: André Luiz Melo | Fonte:BJ1)