CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

Perto do jogo 700 no Sport, Magrão quer virar recordista de títulos no clube

No Brasil, só o goleiro Fábio, do Cruzeiro, com 755 partidas, atuou mais do que Magrão em um único clube. Nesta quarta-feira, o rubro-negro vai atingir mais uma marca em 13 anos de Sport. Diante do Central, no Estádio Lacerdão, na cidade de Caruaru, fará o jogo de número 700 pelo Rubro-negro. Uma marca muito comemorada pelo camisa 1, que se recuperou após sofrer um choque de cabeça contra a trave na vitória de 3 a 0 sobre o Santa Cruz, na última quarta-feira.    

- É uma alegria grande completar essa marca. É como se eu estivesse completando mais um ano de vida. Sempre quando você completa um ano de vida, pelo menos para mim, é importante demais. E completar 700 jogos é de dar um sentimento de estar recebendo um presente. Eu me sinto presenteado atingindo essa marca pelo fato de jogar por um grande clube, que é o Sport. Isso mostra meu comprometimento com o clube e com o torcedor.    

Magrão está empatado com Leonardo (ex-atacante falecido em março de 2016, aos 41 anos) com nove títulos conquistados pelo Leão. O camisa 1 ganhou sete Campeonatos Pernambucanos, uma Copa do Nordeste e uma Copa do Brasil. O goleiro espera bater o recorde neste ano, ganhando mais um Estadual.    

- Só de estar empatado com Leonardo, para mim é uma grande vitória. Foi um dos melhores atacantes que o clube teve e eu o vi jogar. Nós vivemos um momento bom hoje, com o time crescendo no momento certo. Sabemos que precisamos passar por duas fases para conseguir o título. E eu estou em busca do título. Se vier, vai ser muito comemorado como os outros que eu tive na carreira. 
Momentos marcantes 
Sem forçar tanto a memória, o goleiro disse qual o jogo mais marcante que teve pelo Sport: a final da Copa do Brasil de 2008, vencida em cima do Corinthians pelo placar de 2 a 0, na Ilha do Retiro. Já para lembrar dos detalhes da primeira partida com a camisa do Leão, ele sofreu um pouco.    

- Todos foram importantes, é claro que os jogos que marcam mais são os que você conquista os títulos. Na memória, o título mais importante foi contra o Corinthians (na Copa do Brasil de 2008). (Do primeiro jogo) Eu lembro. Foi contra o Guarani na Ilha do Retiro, durante a semana, à noite. Acho que foi 2 a 1. Foi 1 a 0? Sei que foi à noite - disse Magrão. O jogo foi no dia 25 de maio de 2005, e o Leão venceu por 1 a 0.    

Aposentadoria? 
Aos 40 anos, Magrão disse que ainda não sabe se vai se aposentar neste ano. Sobre o assunto, o camisa 1 se esquivou.    

- Sei que minha carreira está próxima de acabar, mas não sei se é esse ano. No momento certo, vai acontecer. Isso vai rolar naturalmente. O meu momento é dar o melhor pelo clube. Quando chegar a hora, tenho de estar bem e encerrar numa boa. Fonte: GE