CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Paulistão: tudo o que você precisa saber sobre a final entre Corinthians e Palmeiras



O estado de São Paulo vai parar neste sábado, às 16h30, quando Corinthians e Palmeiras entram em campo, em Itaquera, para abrir a disputa pelo título do Campeonato Paulista.

Donos de uma rivalidade histórica, Timão e Verdão voltam a decidir o torneio depois de 19 anos. No total, eles se encontraram na final do Paulistão cinco vezes, com três vitórias palmeirenses (1936, 1974 e 1993) e duas vitórias corintianas (1995 e 1999).

O Corinthians de Fabio Carille eliminou o rival São Paulo nas cobranças de pênaltis, em dia de gol nos acréscimos de Rodriguinho e mais uma atuação de herói de Cássio. Os alvinegros somaram 29 pontos em 16 partidas, o que faz o Timão ter o segundo melhor retrospecto do torneio.

O Palmeiras de Roger Machado chega para a decisão com a melhor campanha geral (35 pontos), o que dá ao time a vantagem de decidir em casa. Na semi, também precisou das penalidades para eliminar o Santos, em duas grandes atuações de Jailson.

Arbitragem: Leandro Bizzio Marinho apita a partida, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.

Corinthians
Com dois dias de treino após eliminar o São Paulo, os corintianos priorizaram a recuperação física para a primeira final do Paulistão. Carille não comandou nenhum trabalho técnico ou tático com os titulares antes da decisão.

O Corinthians chega para o Dérbi com algumas dúvidas na escalação. Exames realizados na manhã deste sábado determinarão a escalação.

O que já se sabe é que a equipe contará com o retorno do zagueiro Balbuena ao time titular, após defender a seleção paraguaia. Jadson, recuperado de lesão na coxa direita, também está de volta depois de seis jogos fora, mas ficará no banco de reservas.

Desfalque: Renê Júnior (aprimorando o condicionamento físico, após lesão na coxa esquerda).
Pendurados: Nenhum

Palmeiras
A principal mudança no Verdão para o jogo que abre as finais do Paulistão é o retorno de Marcos Rocha. Por causa de dores musculares, ele foi desfalque contra o Santos, mas já voltou a treinar com bola na Academia de Futebol. Caso não possa atuar, Tchê Tchê permanece improvisado na posição.

Quem também fica novamente à disposição é Miguel Borja, que voltou da seleção depois de disputar amistosos com a Colômbia na Europa. Roger não confirmou a escalação dele. Keno está na briga pela vaga.

Desfalques: Artur e Jean (recuperação de cirurgias).
Pendurados: Antônio Carlos.