CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

'Na vida, temos que ter fé', diz Nicole Bahls, que interpreta a rainha Herodíades na Paixão de Cristo 2018



Atuação em Nova Jerusalém é a primeira experiência dela como atriz no teatro.

No início da carreira de atriz, a apresentadora e jornalista paranaense Nicole Bahls foi a escolhida para interpretar a rainha Herodíades na temporada 2018 da Paixão de Cristo, na cidade-teatro de Nova Jerusalém.

Católica, Nicole falou ao G1 sobre fé e religião, além de como está sendo a primeira experiência dela com atuação no teatro. Confira na entrevista:

Como é ter a Paixão de Cristo como primeira experiência no teatro?
É muita responsabilidade. A Paixão de Cristo é tradicional, é de família, já dura anos... Não dá para errar, tem que se dedicar. Toda a equipe aqui é muito atenciosa, muito paciente. Todos fazem de tudo para ensinar e sair super bem. Eu estou mergulhando de cabeça nessa nova oportunidade.

Como foi que você estudou para compor a sua personagem, que é a rainha Herodíades?

Eu tive a ajuda de uma coach, e tive alguns ensaios aqui [em Nova Jerusalém]. Victor [Fasano, ator que interpreta Herodes] também me ajudou bastante. Eu estava muito presa, por causa do sotaque carregado que eu tenho, já que sou paranaense. Então ou eu dava vida à personagem, ou eu tentava amenizar o sotaque. Foi meio complicado para mim, mas tive ajuda de uma fonoaudióloga.

Você acredita que essa oportunidade vai te ajudar a crescer como atriz?
Com certeza! A Paixão de Cristo tem um peso muito grande e é muito respeitada. Então, com certeza é uma grande oportunidade que vai trazer um grande peso para o meu currículo profissional.

E como é a tua relação com a religião?
Eu sou católica praticante. Desde pequena, sempre acompanhei minha avó na missa, quase todos os dias eu escuto a palavra do Padre Fábio, o que me acalma bastante. Eu acho que, na vida, temos que ter fé, porque se não, não tem vida. No espetáculo, uma das partes mais difíceis é ver Jesus sendo maltratado. Me dá muita angústia. Então, eu sou bem religiosa. Fonte: G1