CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Homem é assassinado com tiro de espingarda 12 em Garanhuns, PE

Os números de homicídios e índices de violência crescem assustadoramente no Agreste pernambucano, na tarde deste sábado (24) mais um homicídio foi registrado no município de Garanhuns.    

Um homem identificado como José Renato Cardoso de 36 anos estava em casa, na Rua Igarassu, no bairro da Brasília quando chegaram três elementos encapuzados e lhe alvejaram com um tiro de espingarda calibre 12 na cabeça e tiros de pistola 380. Renato não resistiu, caiu dentro da residência onde morava e morreu.    

A esposa dele que se encontrava em casa informou a polícia que os assassinos estavam encapuzados e chegaram dizendo que eram policiais, pediram pra ele colocar as mãos na cabeça em seguida o que estava com a espingarda atirou, logo depois foi ouvido mais tiros    

Segundo relatos de populares, os criminosos estavam usando roupas pretas e coletes balísticos. Não há informações de como eles chegaram e fugiram do local.     

José Renato estava foragido do Centro de Ressocialização do Agreste (CRA) desde outubro de 2017, onde cumpria pena por crime de estupro. Ele tinha cerca de 40 anos de condenação penal.     

Na frente da casa a Polícia Civil apreendeu um veículo Duster, de cor branca e placa PVF 6942/Caruaru. O veículo estava sendo utilizado por ele e foi levado à delegacia para averiguação. 

Ainda segundo a polícia, no interior da residência foram apreendidos um projétil de calibre 380, uma máscara, uma balaclava, uma tornozeleira eletrônica, três camisas que seriam utilizadas por seguranças do Estado de Alagoas com brasão da República Federativa do Brasil, além de outros objetos.    

A Polícia Militar esteve no local, mas com achegada do policiamento os assassinos já haviam desaparecidos e não foram mais encontrados.    

Agentes de plantão na Delegacia Especializada de Apuração de Homicídio (DEAH) estiveram no local e encaminharam o corpo para o Instituto de Medicina legal, em Caruaru/PE. Fonte: Agreste Violento