CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

Corpos de militares mortos na BR- 101, em Alagoas, serão levados para Pernambuco



Três militares estavam na viatura que bateu em um caminhão cegonha. PMs são de Catende, Palmares e Água Preta.

Os corpos dos militares que morreram em um acidente na BR-101, no município de Flexeiras, Alagoas serão levados para Pernambuco nesta sexta-feira (2), após o exame de necropsia feito no Instituto de Medicina Legal (IML), em Maceió.

A viatura onde estavam o cabo José Luciano da Silva, 35, e os soldados Júlio César Pereira da Silva, 33, e Esdras Santos da Silva, 25, colidiu contra um caminhão cegonha quando estava a caminho da cidade de Flexeiras.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, José Luciano era de Palmares; Júlio César, de Água Preta; e Esdras era de Catende. A PM informou ainda que carros estão vindo dessas cidades para levar os corpos.

Uma das vítimas foi arremessada para fora da viatura, que ficou completamente destruída. Os militares pertenciam ao Pelotão de Operações Especiais (Peopes), da Polícia Militar. O cabo José Luciano ingressou na PM em 2006; o soldado Júlio César em 2010; e o soldado Esdras Santos, em 2013.

O pai de Esdras, Pedro Jorge da Silva, falou com a reportagem do G1 nesta manhã, enquanto aguardava a liberação do corpo. "Ele entrou cedo na polícia, aos 19 anos. Dava para perceber que gostava muito do trabalho".

A assessoria da Polícia Civil informou que o delegado distrital de Flexeiras, Isaías Rodrigues, instaurou inquérito para investigar o acidente, e que já foram ouvidos os depoimentos do motorista do caminhão, de outro caminhoneiro que vinha logo atrás, além de testemunhas que passavam na hora da colisão.

O governador Renan Filho lamentou a tragédia e decretou luto oficial por três dias no estado pelas mortes dos policiais.

Testemunhas informaram para os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que no momento do acidente a pista estava molhada e o motorista da viatura perdeu o controle derrapando o veículo que se chocou com o caminhão cegonha.

Pelas redes sociais, a Polícia Militar postou alguns vídeos onde colegas de farda fazem homenagens aos militares. Fonte: G1