CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

Clássico das Multidões com cheiro de decisão na Ilha


Sport quer vitória para assumir liderança, enquanto o Santa busca triunfo para evitar encarar rival já nas quartas de final


Um Clássico das Multidões para evitar um Clássico das Multidões. É mais ou menos assim que Sport e Santa Cruz se enfrentam, às 21h45 desta quarta-feira (7), na Ilha do Retiro. Com rubro-negros na segunda e tricolores na sétima colocação, as equipes poderão se enfrentar logo nas quartas de final do Campeonato Pernambucano caso esse quadro não mude.

Por isso, as duas torcidas não estarão de olho no duelo entre os dois times, mas sim no restante da rodada para, assim, evitar esse choque precoce de gigantes. Com 16 pontos ganhos, o Leão ainda sonha em roubar a liderança do Náutico, que possui dois pontos a mais.

No lado da Cobra Coral, ainda há esperança de entrar no G4 para conquistar a vantagem de jogar em casa a partida única das quartas de final. Para isso, é preciso vencer os rubro-negros e ainda secar o Salgueiro e o Vitória, quarto e quinto colocados, respectivamente.

Com uma dose de mistério, o treinador Nelsinho Baptista fechou a última movimentação leonina, nesta terça (6), e não revelou algumas dúvidas. A primeira delas é se o volante Anselmo atuará. Com dois amarelos, o atleta está pendurado e pode ser poupado para não ficar de fora do duelo decisivo nas quartas de final.

As outras dúvidas também são no setor de marcação. Liberados pelo Departamento Físico, Rithely, Fellipe Bastos e Fabrício treinaram com bola nesta semana, mas ainda não tiveram a escalação confirmada pelo técnico leonino. Caso nenhum deles atue, a dupla de volantes pode ser formada por dois pratas da casa, Neto Moura e Thallyson. No ataque, mesmo contestado, Leandro Pereira deve seguir como titular.

No Arruda, o clube também optou pela privacidade e fugiu da rotina. O treino apronto também foi de portões fechados, mas apesar do mistério o comandante coral adiantou suas dúvidas e deu pistas da escalação. Além do lateral-esquerdo Henrique Ávila, que voltou a sentir dores na panturrilha esquerda e é duvida, o zagueiro Genílson e o volante Jorginho podem ficar fora.

Os três atletas estão entregues ao Departamento Médico e passam por avaliação diariamente. Caso eles sejam vetados, os substitutos estão definidos: Paulo Henrique, Renato Silveira e Salino, respectivamente.

Recuperados de lesão, o goleiro Tiago Machowski, o lateral-direito Vítor e o meia Arthur Rezende voltaram a treinar normalmente e tinham chance de ganhar condição de jogo. No entanto, o trio deve seguir ausente. O Tricolor defende sua maior invencibilidade na temporada. São oito jogos sem perder (quatro vitórias e quatro empates).

Ficha do jogo
Sport
Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Léo Ortiz e Sander; Anselmo (Thallyson), Neto Moura, Gabriel, Marlone e Índio; Leandro Pereira. Técnico: Nelsinho Baptista.

Santa Cruz
Ricardo Ernesto; João Ananias, Genilson (Renato Silveira), Augusto Silva e Henrique Ávila (Paulo Henrique); Luiz Otávio, Jorginho (Salino), Daniel Sobralense e Hericles; Robinho e Fabinho Alves. Técnico: Júnior Rocha.
Local: Ilha do Retiro (Recife).

Horário: 21h45.
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez. Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca e Clovis Amaral da Silva.
Transmissão: TV Globo. Fonte: FolhaPE