CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Cavalos vindos de São Paulo chegam para a Paixão de Cristo 2018, em Pernambuco

Os cavalos que participam de três cenas da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém chegaram em Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco. Alguns dos animais vêm de São Paulo e integram o espetáculo desde 1995.    

Ao todo, são seis cavalos que interagem com o elenco. Eles estão no Fórum de Pilatos, quando adentram no cenário do Fórum, puxando a biga de Pilatos; no cortejo, conduzindo Jesus até o Calvário; e também no momento em que Cristo morre na cruz.    

A ideia de introduzir os cavalos no espetáculo partiu do idealizador e construtor da cidade-teatro de Nova Jerusalém, Plínio Pacheco, há 23 anos. Coube ao veterinário Antônio Morotó, amigo de Plínio, conseguir um animal que tivesse as características necessárias para compor a cena.   

Antônio Morotó, que trabalha com cavalos há quatro décadas, comanda a equipe de cinco profissionais que lidam com os animais. Três deles são trazidos de São Paulo, enquanto os outros três são de Pernambuco.    

Os instrutores ensaiam diariamente o percurso com os animais. "Oito dias antes do início da temporada, os cavalos descansam da viagem, têm um contato com a equipe, conhecem o tom das vozes e sentem o cheiro de cada um dos condutores para criar uma relação de confiança. Após essa interação, eles fazem alguns passeios livres pela cidade-teatro antes de iniciar os ensaios com a biga e a formação do cortejo, repetidos à exaustão”, explicou o veterinário. Fonte: G1 Caruaru