CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Campanha pede feriado em homenagem a Billy Graham

Uma campanha pedindo a criação de um feriado nacional nos Estados Unidos em homenagem a Billy Graham chegou a quase 70 mil assinaturas. A petição online, no site Change.org, foi criada há uma semana por um homem chamado Kyle Siler. Na média, são 10 mil pessoas aderindo a ela por dia.     

O objetivo é levar o pedido ao Congresso americano. O calendário oficial dos EUA já homenageia Martin Luther King Jr., que era pastor e ativista pelos direitos civis. Desde 1983, a data é celebrada na terceira segunda-feira do mês de janeiro, data próxima ao aniversário de King.     

Para os apoiadores da iniciativa, Graham deu uma grande contribuição para o mundo, tendo influência sobre alguns presidentes dos EUA anteriores.    

“Billy Graham pregou o Evangelho a mais pessoas em eventos públicos do que qualquer outro na história – quase 215 milhões foram alcançados em mais de 185 países e territórios – através de várias cruzadas… Outras centenas de milhões foram alcançadas através da televisão, vídeo, filme e internet”, diz a descrição da petição.     

Para seus entusiastas, a contribuição de Graham vai além do campo religioso, tendo a mensagem propagada por ele influenciado de muitas maneiras a sociedade.     

A expectativa é que ela ganhe o apoio do presidente Donald Trump, que compareceu no velório e no funeral de Billy e possui uma relação de proximidade com seu filho e sucessor Franklin Graham.     
    
Porém isso não seria suficiente, uma vez que para que seja criado um feriado é necessária uma votação no Congresso – Câmara e Senado. Até o momento, nenhum membro do Congresso se manifestou sobre o assunto oficialmente.     

Billy Graham faleceu em 21 de fevereiro, aos 99 anos. Ele recebeu honrarias reservadas somente a presidentes e a altas autoridades, tendo seu velório por dois dias na Rotunda do Capitólio, por onde passaram milhares de pessoas, incluindo políticos e líderes religiosos influentes. Foi sepultado na sexta-feira (2) ao lado da Biblioteca Memorial Billy Graham em Charlotte, Carolina do Norte. Com informações Faith Wire Fonte: Gospel Prime