CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

SE LIGA NAS MAROCAS 2018

Auxílio-moradia a todos os magistrados do País



Apesar de muito criticado o pagamento de auxílio-moradia a todos os magistrados do País, seguem os penduricalhos no Judiciário. Em decisão surreal, o CNJ deu “ok” para juízes do TJ do RJ receberem por atuação em audiências de custódia – sessões de julgamento realizadas para decidir sobre a prisão de pessoas detidas em flagrante.

Ou seja, paga-se por algo que é da natureza do trabalho do magistrado. No caso, o benefício equivale a um terço do salário – uns R$ 8,6 mil. Válido imaginar que o aval do conselho deverá levar outros tribunais a adotarem tal medida.

Enquanto isso, vinculadas ao Ministério da Fazenda, as duas estatais de tecnologia da informação do governo não foram bem avaliadas em auditoria do TCU. A Dataprev e o Serpro têm baixos índices de eficiência e produtividade no desenvolvimento de sistemas, quando comparadas às empresas privadas. E entre elas, uma é ainda pior: o custo médio por chamado na Central de Serviços da Dataprev é 66% maior do que no Serpro, no período analisado.

O tribunal mandou adotarem ações urgentes para melhorar os resultados, no prazo de seis meses. E em 90 dias apresentarem aos insatisfeitos clientes demonstrativos de formação de preço de cada serviço. Fonte: Magno Martins