CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

Polícia prende suspeito de assediar nove crianças pela internet e pede ajuda para identificar outras vítimas

A Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira (28) a prisão de um homem suspeito de assediar ao menos nove crianças e adolescentes pela internet, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, e pediu ajuda para identificar mais vítimas. A polícia acredita que mais jovens tenham sido alvos de investidas de Danilo Farias da Silva, de 22 anos, que abordava garotas pelas redes sociais pedindo fotos e tentando marcar encontros.     

Segundo o gestor do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), o delegado Darlison Freire, o suspeito foi preso, pela primeira vez, em flagrante em maio de 2017, após marcar um encontro com uma garota de 11 anos, próximo à escola da vítima. A mãe da criança percebeu o abuso e acionou a polícia.    

Em audiência de custódia, Danilo havia sido solto, mas teve prisão preventiva solicitada em fevereiro. Ainda segundo a polícia, o perfil abordado pelo acusado é de meninas entre nove e 12 anos de idade.    

“Ele entrava em contato com crianças pelas redes sociais. Inicialmente ele se passava por crianças, criava perfis falsos e chegou a colocar foto de um garoto para não assustar as vítimas", detalha o delegado.    

"Nesse diálogo [nas redes sociais], pedia fotos e fazia montagens, adulterando fotos das crianças com genitálias de outras pessoas, como chantagem para se encontrar com elas ou fazerem o que ele pedia”, aponta o delegado.    

As investigações foram chefiadas pela titular da Delegacia da Criança e do Adolescente de Jaboatão, Vilaneida Aguiar. Segundo ela, o homem chegou na delegacia com uma bíblia, dizendo ser evangélico, mas confessou, em ouvida, que sentia atração por crianças, mas nunca havia chegado a praticar algo físico com as vítimas
Segundo a polícia, Danilo abordava garotas pelas redes sociais pedindo fotos e tentando marcar encontros (Foto: Divulgação/Polícia Civil)  “Ele tem boa aparência, isso facilita a abordagem. As crianças não ficavam com medo dele. Por ele ter sido solto, os pais e as crianças ficaram com medo e, por isso, acreditamos que mais gente possa ter sido vítima. Além disso, ele era entregador de água e chegou a prestar serviço na casa de algumas das vítimas. Sempre abordava meninas de Jaboatão, por causa da logística”, disse a delegada.      

Além das chantagens, o acusado também costumava enviar fotos de dinheiro às crianças, oferecendo as cédulas para que as meninas fizessem o que ele pedia.  Danilo Farias foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. Ele vai responder por armazenamento de material pornográfico envolvendo crianças; simular participação de criança em sexo explícito e aliciar, assediar ou constranger crianças para praticar atos libidinosos. Somadas, as penas podem chegar a dez anos de reclusão.   

Denúncias relacionadas a esse caso podem ser feitas na Delegacia da Criança e do Adolescente de Jaboatão dos Guararapes, localizada na Estrada da Batalha, no bairro de Prazeres. Outra opção é entrar em contato com o Conselho Tutelar da região ou ir ao Departamento da Criança e do Adolescente, na Rua Benfica, no Recife. Fonte: G1 PE