CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Náutico visita Bahia por quebra de tabu e recuperação

Timbu está em situação desconfortável na Copa do Nordeste e precisa vencer o Tricolor de Aço em seus domínios


Na terceira colocação do Grupo C da Copa do Nordeste, com apenas um ponto, o Náutico está em situação incômoda no torneio. Acima apenas do Altos/PI, lanterna por conta do saldo de gols, o Timbu encara o vice-líder Bahia, com três pontos, na Arena Fonte Nova, em busca de uma reabilitação.

Mais do que um triunfo para ficar momentaneamente na zona de classificação à fase de mata-mata do Regional, o Timbu definiu sua projeção para a série de compromissos restantes da etapa inicial. A primeira das quatro “finais” começa nesta quinta-feira (22).

“Temos quatro jogos para vencermos três. Se fizermos isso, vamos chegar a 10 pontos. Dificilmente não classificaríamos. Em um grupo de quatro equipes, classificando duas, para não passar com 10 somente se o último colocado zerar e todos ganharem dele. E isso não está acontecendo com o Altos. Temos dois jogos em casa e dois fora. Ganhando três, estamos dentro. Se a gente perder para o Bahia, fica difícil, mas vencendo as duas seguintes em casa, jogaríamos pela classificação contra o Altos fora”, explicou o técnico Roberto Fernandes. O atual líder é o Botafogo/PB, com nove pontos.

O jogo diante do Náutico será o primeiro do Bahia após a polêmica no clássico baiano diante do Vitória, no último fim de semana, pelo Estadual. O Ba-Vi terminou com uma confusão generalizada entre os atletas dos dois clubes, com agressões e muitas expulsões. Uma situação que, na visão de Roberto, não influenciará no confronto.

“Isso não atrapalhará. Eles vêm se arrumando na temporada. Guto (Ferreira, técnico) tem procurado organizar a equipe, que tem potencial de Série A, com jogadores que o nosso torcedor gostaria de ter aqui. O Botafogo não está na liderança de graça, mas o time de maior obrigação a terminar em primeiro é o Bahia. Será uma partida em que os dois times vão entrar em busca do resultado. Se pensarmos apenas no empate, nós ficaremos perto da derrota. Temos que procurar a vitória”, declarou.

Ortigoza
Com um gol marcado e uma assistência, o atacante Ortigoza mostrou um bom cartão de visitas na vitória do Náutico por 2x1 diante do Afogados, pelo Campeonato Pernambucano. Como esperado, o atleta foi relacionado para o confronto pelo Nordestão, mas deve começar no banco de reservas. “Ele não tem condição de jogar 90 minutos. Se iniciar jogando contra o Bahia, terei que o substituís. Se não começar, posso usá-lo quando o Bahia estiver mais desgastado”, disse o treinador. Em compensação, a equipe voltará com os titulares, poupados no Estadual.

Tabu
Mais do que os três pontos que podem colocar o clube na zona de classificação à próxima fase da Copa do Nordeste, o Náutico pode colocar um ponto final em um longo tabu. Diante do Bahia, na Arena Fonte Nova, o Timbu pode vencer o rival pela primeira vez como visitante.

Em 19 partidas na casa do Tricolor de Aço, os pernambucanos colecionaram seis empates e 13 derrotas. No último encontro dos clubes, na Arena Fonte Nova, pela Série B 2016, empate em 0x0.

Dúvida
No Bahia, o técnico Guto Ferreira ganhou um problema de última hora para escalar o time. O goleiro Douglas cortou o pé em casa e virou dúvida para a partida. Anderson pode pintar entre os titulares. No mais, o Tricolor de Aço deve manter a base do jogo anterior. O setor ofensivo é a maior arma da equipe, com Zé Rafael e Vinícius no meio, além de Élber, Edigar e Kayke na frente.

Ficha do jogo:
Bahia
Anderson; Nino, Tiago, Lucas, Mena; Gregore, Vinícius e Zé Rafael; Élber, Edigar e Kayke. Técnico: Guto Ferreira

Náutico
Bruno; Thiago Ennes, Breno, Camutanga e Kevyn; Negretti, Josa e Júnior Timbó; Medina, Wallace Pernambucano e Fernandinho. Técnico: Roberto Fernandes

Local: Arena Fonte Nova
Horário: 21h45
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Lorival Candido das Flores e Luis Carlos de França Costa (RN)
Transmissão: TV Jornal e Esporte Interativo. Fonte: FolhaPE