CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Único sobrevivente da queda do Globocop no Recife precisa de doação de sangue

Internado em estado grave no Hospital da Restauração (HR), o único sobrevivente da queda do Globocop no Recife, que deixou dois mortos na terça (23), precisa de doação de sangue. Segundo a família do operador de sistemas Miguel Brendo Pontes Simões, de 21 anos, que ficou gravemente ferido no acidente aéreo, ele recebeu muita transfusão de sangue e, por isso, precisa ser reposto o estoque do hospital, onde está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).     

Para fazer a doação de sangue, é necessário ir até o posto de coleta do HR, que fica no bairro do Derby, na área central da capital pernambucana. Sangue de todos os tipos podem ser doados no local, que funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h. Na ocasião, deve ser mencionado o nome de Miguel como beneficiário da doação.      

Pelo telefone, a assessoria de comunicação do hospital informou, neste domingo (28), que o estado de saúde de Miguel continua grave. Ele está na UTI com ajuda de aparelhos e está sedado, com uso de drogas vasoativas.      

Na sexta (26), ele apresentou uma melhora no quadro clínico, após passar, na quinta (25), por uma cirurgia na cavidade abdominal para retirada de compressa e drenagem do tórax. No dia anterior, na quarta (24), ele foi submetido a uma tomografia cervical e de crânio que não apresentou lesões cirúrgicas.     

Responsável pela captação, gravação e transmissão de imagens, Miguel trabalha, há um ano e meio, na Helisae, prestadora de serviço da TV Globo há mais de 15 anos e dona do helicóptero que caiu no Recife. Foi também na Helisae que ele fez o curso de operador de sistemas. Fonte: G1