CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Santa de olho nos adversários da 1ª fase do NE

Tricolor vai encarar Confiança, CRB e Treze na etapa de grupos do Regional 2018


Ninguém nega que a Série C é a principal competição que o Santa Cruz disputará em 2018. Mas, antes dela, o Tricolor tem um desafio importante para ajudar na saúde financeira e reconquistar a confiança do torcedor após um ano de 2017 marcado por um rebaixamento. A partir da terça (16), a equipe inicia a “missão Copa do Nordeste”. E nada melhor do que conhecer os clubes que estarão com os pernambucanos na fase de grupos da competição.

O primeiro adversário do Santa Cruz no Grupo A é o Confiança, atual campeão sergipano. Uma das armas da equipe para chegar ao mata-mata da competição é a bola aérea, fundamento que recebeu atenção especial do técnico Aílton Silva nos últimos treinamentos. Com nomes pouco conhecidos no cenário nacional, o maior destaque é o atacante veterano Frontini, de 36 anos.

Outro embate coral será contra o CRB – na teoria, o adversário mais espinhoso. No comando técnico, os alagoanos terão Mazola, ex-técnico do Sport. Mas ele não será o único conhecido dos pernambucanos. O goleiro Jacsson, que esteve no elenco do Tricolor na temporada passada, reforça o Galo em 2018. Na frente, o sempre polêmico Neto Baiano promete manter o faro de artilheiro. Mas é bom a Cobra Coral ficar de olho também em dois jovens que da base alagoana: os atacantes Jônata e Dudu. O primeiro voltou de empréstimo do Cruzeiro, enquanto o segundo veio do sub-20, ostentando fama de goleador.

Por fim, o Santa vai encarar o Treze/PB. Os paraibanos foram os últimos a garantir vaga na Copa, após eliminar na semana passada o Cordino/MA. A equipe será comandada por Oliveira Canindé, ex-técnico coral. Além disso, o clube conta com o experiente Marcelinho Paraíba, de 42 anos. O “homem-gol” do Campinense é Reinaldo Alagoano, de 32 anos, que estava no rival Campinense. Fonte: FolhaPE