CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Jovem que estudou 10 horas por dia tira 960 na redação do Enem 2017: 'Sensação de tarefa cumprida'

A estudante Thayná Caroline Aragão, de 20 anos, tirou 960 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. A jovem concluiu o ensino médio em 2015 em uma escola particular de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, e vendia brigadeiro para pagar o transporte para ir para o cursinho preparatório do Enem, no Recife. "Senti um alívio, sensação de tarefa cumprida", falou.      

Thayná faz o Enem desde o ano de 2013, e nos dois últimos anos as notas da redação foram 760 e 820. Ela pretende usar a nota do exame para ingressar no curso de medicina. E, para alcançar este objetivo, ela precisava tirar uma pontuação alta na redação do Enem. Para isso, ela estudava mais de dez horas por dia.     

"Estudava no mínimo dez horas por dia, foi a meta que eu escolhi. Às vezes rendia mais, mas não gostava de ficar abaixo disso", destacou a estudante. A jovem se preparava para as provas do exame dividindo o tempo dela entre um cursinho em Caruaru e outro em Recife, para onde ela ia uma vez por semana, além de estudar em casa.    

Sobre o tema da redação, "Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil", Thayná disse que achou muito importante, já que é um assunto que muitas vezes passa despercebido. "Foi tranquilo, mas enquanto eu escrevia batia o medo de fugir do tema. Por isso eu tentei focar o tempo inteiro na proposta deles", expressou. Fonte: G1