CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

Jefferson acredita que venceu desconfiança no Náutico

Goleiro pegou dois pênaltis na disputa contra o Itabaiana, pela pré-Copa do Nordeste


Com três grandes defesas no jogo e dois pênaltis defendidos, o goleiro Jefferson foi o grande destaque do Náutico na classificação à fase de grupos da Copa do Nordeste. Primeiro, garantiu o 0x0 no placar no tempo normal. Depois, foi o diferencial nas penalidades. Com esse desempenho, o jogador acredita que venceu, de vez, os olhares incrédulos dos alvirrubros.

“Tenho certeza que a desconfiança foi para longe, mas quem trabalha comigo sabe que ainda posso evoluir. Fico feliz em ter ajudado. A vida é feita de oportunidades. Trabalhei forte esperando a minha e estou aproveitando da melhor forma. Isso só serve de motivação para a sequência do trabalho”, afirmou o goleiro.

Na base do Porto, Jefferson recebeu o apelido de “Magrão”, em alusão ao goleiro do Sport especialista em pegar pênaltis. Comparação que agrada, mas não define o camisa 1.

“Ele é um cara que me espelho bastante, mas procuro ter a minha identidade”, disse, contando como foi a preparação para a disputa das penalidades. “Não consegui material de todos os cobradores, apenas dois. Mas Júnior (preparador de goleiros) pediu para eu esperar ao máximo. Naquele momento, pesava muito o lado emocional”, citou.

Elogios
O técnico Roberto Fernandes também destacou a importância do goleiro na classificação. “Jefferson está passando confiança para os demais. Em alguns quesitos ele é acima da média e em outros precisa continuar trabalhando para evoluir. Mas a penalidade foi somente a cereja do bolo. A grande intervenção foi quando o jogo estava 0x0 e ele defendeu uma cabeçada à queima-roupa. Se o adversário faz 1x0 ali, precisaríamos fazer dois”, lembrou. Fonte: FolhaPE