CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

Grupo deixa partido após anúncio de filiação de Bolsonaro para disputar Presidência

Após o anúncio de que o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) irá integrar os quadros do PSL para disputar à Presidência, o grupo Livres, que atuava dentro da legenda, anunciou a desfiliação em massa do partido. Assim que Luciano e Bolsonaro selaram o acordo, Sérgio Bivar, dirigente ligado ao Livres, distribuiu internamente um comunicado para lamentar a decisão do pai e atacar Bolsonaro. “Aos meus olhos, Bolsonaro é como Lula, um candidato antissistema, carismático, com ares messiânicos de justiceiro, dotado de uma visão estatista e autoritária, que surfa na demagogia”, escreveu Sérgio. 

Em nota, o grupo afirmou que a presença de Bolsonaro significa a vitória da velha política, já que, na opinião dos integrantes, ele é fisiológico e conservador demais. 

"Recusamos a reciclagem do passado. Não vamos arrendar nosso projeto à velha política de aluguel", afirmou o grupo em nota divulgada à imprensa. AInda de acordo com o Livres, as mudanças pedidas pela sociedade não trazem conexão com a negociação feita com o deputado para a disputa do pleito.  

"Não queremos servir a um grande nome, mas sim à grande massa de batalhadores de nosso Brasil. Se hoje a velha política nos derrota é porque ela não conseguiu nos conquistar". Continua depois da publicidade 

Na tarde desta sexta-feira, o presidente do PSL, o deputado Luciano Bivar (PE), afirmou que foi "firmado um acordo com o presidenciável Jair Bolsonaro" e que ele será candidato do partido à Presidência da República. 
Fonte: Diário de Pernambuco