CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Quantidade de maconha apreendida em Pernambuco pela PF este ano supera o número de 2016 e 2015

Dados foram divulgados nesta terça-feira (19). Segundo a corporação, até dezembro deste ano, foram retiradas de circulação 4,1 toneladas da droga. Nos anos anteriores, os agentes recolheram 2,7 toneladas.


Um balanço parcial das ações da Polícia Federal contra o tráfico em Pernambuco aponta que, até o início de dezembro de 2017, os agentes recolheram mais maconha pronta para a venda do que toda a quantidade de entorpecente retirada de circulação em 2016 e em 2015. Este ano, foram apreendidas 4,1 toneladas da droga. Nos dois anos anteriores, a corporação evitou a comercialização de 2,7 toneladas.

De acordo com os dados apresentados na manhã desta terça-feira (19), também houve crescimento na quantidade de plantios destruídos. Em 2017, os agentes realizaram quatro operações, até dezembro, e inutilizaram 577 áreas de cultivo de maconha. Em 2016 e em 2015, foram 411 locais atingidos pelas ações da Polícia Federal.


Nessas ações de 2017, a PF informa ter erradicado 1,8 milhão de pés de maconha. Nos dois anos anteriores, os agentes inutilizaram 1,1 milhão de plantas. Com as operações deste ano, a corporação aponta ter impedido a produção de 596 toneladas de maconha. Nos anos anteriores, 388 toneladas da droga não chegaram ao mercado.

De acordo com a PF, os números de apreensões de 2017 cresceram por causa dos trabalhos feitos em parceria coma Polícia Militar. As roças de maconha foram identificadas e os suspeitos acabaram sendo presos antes do início das operações de erradicação dos pés.


Ações
Entre os dias 27 de novembro e 13 de dezembro deste ano, a PF desencadeou em 17 localidades de Pernambuco, Bahia, Alagoas e Paraíba a Operação Baraúna IV. Mais de 40 policiais federais e militares participaram dos trabalhos, que contaram com apoio dos bombeiros. Seis suspeitos acabaram presos.

Os policias realizaram ações terrestres, aéreas e fluviais. Contaram com o apoio de três aeronaves, além botes infláveis do Corpo de Bombeiros. Nessa ação, foram erradicados 190 mil pés de maconha, 123 plantios, 75 mil mudas da planta e apreendidos 495 quilos de maconha pronta para o consumo.

As apreensões ocorreram em ilhas dos Rio São Francisco na Região de Orocó, Cabrobó, Belém do São Francisco, Salgueiro, Parnamirim, Mirandiba, Carnaubeira da Penha, Betânia, Floresta, Inajá Itacuruba, Manari, Ibimirim, Tacaratu, São José do Belmonte, Custódia e Serra Talhada. Fonte: G1