CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Pernambuco contabiliza quase seis estupros por dia em novembro

Quase seis pessoas foram vítimas de estupro por dia em Pernambuco durante novembro de 2017. Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS), na sexta-feira (15), o estado registrou 171 casos de violência sexual no referido mês, o que corresponde a uma média diária de 5,7 estupros. De janeiro a novembro deste ano, Pernambuco contabilizou 1.961 casos de estupro.    

Com 36 registros de estupros em novembro, Recife dispara na frente dos outros municípios. A capital pernambucana teve mais que o dobro do número de casos da segunda colocada, Paulista, onde houve 15 ocorrências. Em seguida, aparecem Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, com 12 casos; Caruaru, no Agreste, com oito; e Olinda, na Região Metropolitana do Recife, com seis.    

Analisando os meses de 2017, os 193 casos contabilizados em setembro fizeram desse mês o que mais apresentou ocorrências de estupro, equivalendo a uma média de 6,4 vítimas por dia. Janeiro, com 196 estupros, aparece logo depois, com uma média diária de 6,3 estupros. Três meses aparecem no terceiro lugar, todos com uma média de 6,1 estupros por dia: fevereiro, com 173 casos; março, com 191; e agosto, com 190.   

Em outubro, foram contabilizados 183 estupros, uma média de 5,9 por dia, enquanto em junho os 169 casos registrados equivalem a uma média diária de 5,6 casos. Por sua vez, abril somou 167 estupros, com média de 5,5 casos a cada dia. Com um total de 142 estupros, o que equivale a 4,5 casos por dia, julho foi o mês com menos ocorrências contabilizadas em 2017.   

G1 entrou em contato com a SDS para solicitar uma nota sobre o número de estupros em Pernambuco e sobre as ações que o governo do estado tem feito para diminuir esses índices e aguarda resposta. Fonte: G1