CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Palmeiras tem menor número de contratações na gestão Mattos

Mattos assumiu o cargo em janeiro de 2015


Com o elenco mais caro do Brasil, o Palmeiras reduziu drasticamente a sua participação no mercado neste fim de ano quando em comparação às últimas temporadas com Alexandre Mattos como diretor de futebol. Até agora, o clube acertou as contratações de Diogo, Weverton, Lucas Lima, Emerson Santos e está próximo de fechar acordo com Marcos Rocha, do Atlético-MG.

Apesar de a quantidade de reforços ser muito superior a dos arquirrivais São Paulo, Corinthians e Santos, a movimentação é pequena para o recente padrão do clube. Mattos assumiu o cargo em janeiro de 2015. Apenas naquela temporada, trouxe 25 jogadores. No ano seguinte, foram 14 contratações e 12 para 2017.

Mesmo com a provável movimentação do mercado nos próximos dias, o Palmeiras não pretende se mexer depois de concretizar a contratação de Marcos Rocha, A ideia é de apenas negociar atletas. O clube acredita que já tem o elenco capacitado para disputar o Campeonato Paulista, a Copa Libertadores, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.

Por isso, outras compras serão apenas oportunidade de mercado. Por outro lado, o que deve acontecer é aumentar o número de clubes que procuram o Palmeiras para buscar reforços. O Fluminense, por exemplo, tentou encontrar uma maneira para fechar a uma troca de Gustavo Scarpa por alguns jogadores do alviverde. Entre os jogadores que podem ser negociados aparecem o lateral direito Fabiano e o meia Hyoran, que não devem ter muito espaço no time do técnico Roger Machado e são vistas como potenciais moedas de troca. Fonte: FolhaPE