CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV BOA ESPERANÇA

CLIP GOSPEL

Orçamento de Pernambuco em 2018 aponta maiores incrementos para saúde e segurança

A pasta da saúde terá aumento de 6,4% em relação a 2017. Os gastos com a segurança contarão com 3,6% a mais. As informações foram publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira (27).


As áreas de saúde e segurança foram contempladas com os maiores incrementos de recursos para 2018, de acordo com o Governo de Pernambuco. Hospitais, profissionais e remédios contarão com um aumento de 6,4%, se comparado com a previsão de 2017. As polícias terão 3,6% a mais de verbas para pessoal e equipamentos, em relação ao ano anterior.

As informações sobre o Orçamento Fiscal do Estado foram divulgadas no Diário Oficial desta quarta-feira (27).

Dos R$ 35,3 bilhões estabelecidos pelo governo para o orçamento de 2018, cerca de R$ 26,9 bilhões serão oriundos de recursos do Tesouro Estadual, enquanto R$ 6,9 bilhões virão de outras fontes. Os outros R$ 1,3 bilhão são referentes ao investimento das empresas do estado.

Desse valor, 90,6% é referente a gastos com despesas correntes e 9,3% com despesas de capital, que incluem novos investimentos. Apenas 0,1% está destinado a uma reserva de contigência.

Para a pasta da saúde, serão disponibilizados R$ 4,8 bilhões durante o ano de 2018. A maior parte desse valor será destinada para a manutenção dos hospitais e unidades de saúde. Cerca de R$ 100 mil serão transformados em novos investimentos.

“Vivemos uma luta constante para manter os hospitais em estado operacional. De novos investimentos, teremos a construção de um hospital em Serra Talhada, no Sertão do estado. No mais, o dinheiro será destinado para a comprar de insumos, medicamentos, ampliação das emergências, reformas dos hospitais. Queremos manter a rede atualizada”, destaca o secretário executivo de Orçamento, Adriano Danzi.

A segurança é o segundo setor que apresenta maior aumento na previsão orçamentária, em comparação com a reserva de 2017, com 3,6% a mais. A pasta terá R$ 2,9 bilhões disponíveis no próximo ano. O ranking segue com Educação, que apresenta um aumento de 0,4%, totalizando R$ 3,4 bilhões.

Despesas
Entre os gastos previstos, os Encargos Especiais chamam a atenção, com um montante de R$ 8,1 bilhões. Segundo a Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco, encaixam-se nesta categoria a transferência de tarifas como o IPVA, os impostos dos automóveis, e o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os municípios, o pagamento de dívidas do estado e da previdência social.

“O governo repassa 50% do IPVA e 25% do ICMS para os municípios. Esses impostos equivalem a quase R$ 4 bilhões do valor total dos encargos especiais”, explica o secretário executivo Adriano Denzi. Fonte: G1