CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Detran-PE lança campanha educativa em bares e praias

Ação levará óculos que simulam embriaguez e bafômetros descartáveis para mostrar os riscos de se conduzir um veículo sob os efeitos do álcool


O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (DETRAN-PE) lança, nesta sexta-feira (8), às 19h, a campanha educativa “Bebida e Direção? Não!”, no Bar Portal da Picanha, no bairro do Rosarinho, Zona Norte do Recife. Durante as visitas aos bares e praias dos litorais Sul e Norte, a ação levará óculos que simulam embriaguez e bafômetros descartáveis, 8além de medalhas para os “amigos da vez”. Serão distribuídos panfletos que esclarecem as punições para quem mistura álcool e direção, com a participação da Turma do Fom Fom.

A campanha de verão tem a finalidade que conscientizar sobre os efeitos do álcool e, para isso, contará divulgação nas estações de rádios e backbus. O diretor presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, explica que esta setá a terceira edição do evento “Estaremos nos bares com os nossos arte-educadores, agentes de trânsito, pessoal da Lei Seca, do Trânsito Seguro e equipes da Rota de Fuga. Distribuiremos bafômetros descartáveis para as pessoas terem a consciência de estarem 'zeradas' antes de dirigir.

Incentivaremos também o amigo da vez com a entrega de uma medalha”, enumera o diretor do Detran.

Charles Ribeiro antecipa que também será feito um teste com um óculos que simula como é estar alcoolizado, tudo para conscientizar que quem bebe não está em condições plenas de conduzir um veículo sem colocar a sua própria vida e a dos outros em risco.

A campanha vai se estender inicialmente às festas de Réveillon e depois às praias. “Estes locais foram escolhidos porque é uma época de grande número de veranistas, muitos do interior do Estado, um público que precisamos conscientizar”, explica Ribeiro, que também enfatiza que há quatro anos a alcoolemia ficava em primeiro lugar entre os motivos de acidentes no trânsito.

Hoje, ela está em terceiro lugar. Vem depois de excesso de velocidade e do avanço de sinal. Já o manuseio de celular enquanto se dirige, que ficava em sétimo lugar, hoje já é o quarto maior causador de acidentes.
Fonte: FolhaPe