CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Corredora queniana, Flomena Cheyech vence prova feminina da 93ª edição da São Silvestre

A prova feminina da 93ª Corrida Internacional de São Silvestre teve como vencedora uma corredora já conhecida da prova. Segunda colocada na edição do ano passado, Flomena Cheyech Daniel, corredora do Quênia, conquistou a vitória neste ano com o tempo de 50min18s.    

Para conseguir um resultado diferente da temporada passada, a atleta adotou uma estratégia diferente da do ano passado. Com um ritmo intenso desde os primeiro metros, a corredora que disputou utilizando o número 1 no peito, abriu uma enorme vantagem logo no início. Na edição passada, a escolha de Flomena havia sido ter um começo de prova menos desgastante, porém a recuperação final não atingiu o resultado esperado, apesar de um tempo melhor em relação ao deste ano: 49min15s.    

Entre as participantes brasileiras, a melhor colocada foi Joziane Silva Cardoso, que encerrou a prova na décima colocação.  A corrida – Não demorou muito para que um pelotão de frente se destacasse logo nos primeiros quilômetros. Lideradas pela queniana Flomena Cheyech Daniel desde os primeiros momentos, o grupo já consegui desgrudar do restante.    

Antes mesmo das competidoras completar os primeiros 5 quilômetros de prova, a competidora que corria exibindo o número conseguiu abrir uma boa vantagem sobre as suas adversárias. Durante a sua passagem ao lado do Estádio do Pacaembu, a queniana já havia aberto uma distância considerável de 100 metros sobre as concorrentes.    

A vantagem de Flomena Cheyech só aumentava. Com pouco mais de 10 quilômetros de prova, a corredora conseguia correr sob o Viaduto Nove de Julho já sem nenhuma concorrente a sua volta.    

Quando a corredora queniana, que chegou na segunda colocação da 92ª edição da São Silvestre do ano passado, atingiu a parte mais complicada da prova, a temida subida da Avenida Brigadeiro Luis António, a sua vantagem era muito promissora, tanto que quando olhava para trás, a corredora não conseguia enxergar a sua adversária mais próxima, a etíope Sintayehu Hailemichael.    

Nos metros finais da prova, já dentro da Avenida Paulista, a corredora teve a certeza de vitória. Extremamente ovacionado pelo público, Flomena Cheyech encerrou a disputa com uma vantagem de quase 350 metros em relação as demais corredoras, e encerrou a prova com um tempo de 50min18s, conquistando o título da 93 edição da Corrida Internacional de São Silvestre.     

Confira o pódio da prova feminina da São Silvestre: 
1: Flomena Cheyech (QUE) – 50min18s 
2: Sintayehu Hailemichael (ETI) – 50min55s 
3: Birhane Dibaba (ETI) – 50min77s 
4: Wude Ayalew Yimer – 51min35s 
5: Paiskalia Chepkorir – 51min55