CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Projeto Sonora Brasil traz grupo Samba de Pareia (SE) para Belo Jardim e mais cinco cidades de Pernambuco


Mais um grupo genuinamente nordestino chega ao Agreste e Sertão pernambucanos com o projeto Sonora Brasil, do Sesc. Desta vez, o Samba de Pareia, que surgiu há mais de 300 anos entre os escravos que trabalhavam nos canaviais como forma de ocupar o tempo ocioso, será apresentado pelo grupo Samba de Pareia da Mussuca, de Sergipe. Os músicos estarão em Surubim (13/11), Caruaru (14/11), Garanhuns (16/11), Belo Jardim (17/11), Pesqueira (18/11) e Buíque (19/11).

O nome desta manifestação cultural se dá pelo fato de ser dançado em pares. Na Mussuca, ele é dançado por mulheres e conta com a presença de homens como tocadores. O principal elemento rítmico para o grupo é a pisada dos tamancos das dançadeiras. Uma característica do Samba de Pareia é a relação com um ritual de nascimento que vem dos antepassados, onde o grupo se apresentava para manifestar a alegria pela chegada de mais uma criança no povoado, dando as boas-vindas ao novo integrante no 15º dia de vida.

As letras das músicas são alusivas às situações do cotidiano. Com dança coreografada e trajes padronizados, o grupo é liderado por uma mestra, Dona Nadir, prática rara em grupos de tradição, que geralmente são comandados por homens, e conta com a participação de Mangueira (Acrisio dos Santos), Carmélia dos Santos, Elenilde da Silva, Maria Edenia dos Santos, Maria Edenilde dos Santos, Cecé (Maria José dos Santos), Maria Lucia Santos, Maria Luiza dos Santos, Maria José dos Santos e Normália dos Santos.

Sonora Brasil – é um projeto temático que tem como objetivo levar ao público expressões musicais pouco difundidas que integram o amplo cenário da cultura musical brasileira. Busca despertar um olhar crítico sobre a produção e sobre os mecanismos de difusão da música no país, incentivando novas práticas e novos hábitos de apreciação musical, promovendo apresentações de caráter essencialmente acústico, que valorizam a autenticidade sonora das obras e de seus intérpretes. Esta é a 20ª edição do projeto que apresenta os temas “Na pisada dos cocos” e “Bandas musicais”. O primeiro tema está circulando pelos estados das regiões Norte e Nordeste; o segundo segue pelos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. No próximo ano, haverá uma inversão para que os grupos concluam o circuito nacional.