CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

"Bom gestor, leal, não deixa a gente em uma prisão": as qualidades de Tite além do campo

Que o trabalho de Tite dentro de campo elevou o desempenho da seleção brasileira desde que ele assumiu o comando em junho de 2016, os ótimos resultados estão aí para mostrar. Mas não é só isso que faz a equipe deixar para atrás o vexame sofrido dentro de casa na Copa do Mundo de 2014 e a instabilidade pós-Mundial. Além das quatro linhas, o trabalho e a postura do atual comandante da seleção brasileira também deixam marcas positivas. E são os próprios atletas que dizem isso. "Bom gestor", "leal", e "não deixa a gente em uma prisão" foram alguns dos elogios recebidos pelo treinador antes dos dois últimos amistosos do Brasil em 2017.


"O Tite é um grande homem, um grande pai, um grande treinador, tem virtudes de grandes pessoas. Gosta de ser muito leal com seus jogadores, faz com que todos se sintam importantes, do roupeiro, a câmera, quem trabalha fora do campo, até os jogadores. E quem está no banco está feliz, ele sabe gerenciar tudo isso. Eu conheci no Corinthians e ele só cresceu, melhorou com o tempo", disse o zagueiro Marquinhos, após o treinamento desta terça-feira no estádio Parque dos Príncipes, em Paris.

Uma das medidas do técnico da seleção que tem agradado bastante os jogadores é o fato de ele não ser tão controlador, saber conversar bem com cada um, deixando o ambiente mais leve. Com regras, claro, mas sem exageros.

"Não basta ser um bom treinador, tem que ser bom gestor para trabalhar com pessoas de alto nível, ele consegue fazer esse trabalho com excelência. Todos os jogadores sabem a hora de tomar sua cervejinha, seu vinho, ele é um cara muito sensato, não deixa a gente em uma prisão, não fecha todas as portas. Se o cara for verdadeiro com ele, ele sabe levar muito bem", completou Marquinhos.

O goleiro Alisson, que no início de sua trajetória na seleção teve o apoio de Tite mesmo quando ainda não era titular na Roma, foi outro que exaltou o treinador.

"Tite é um grande treinador no cenário mundial, é de extrema importância cuidar do ser humano, tratar o atleta com carinho, cuidado. Somos pessoas normais, temos sentimentos, necessidades, cada um gosta de ser tratado de um jeito, uns precisam de mais carinho. Tite tem muito esse feeling de saber lidar com cada um, mas somos todos iguais dentro da equipe. É importante se sentir à vontade", afirmou o goleiro.

A seleção brasileira treina novamente no Parque dos Príncipes na tarde desta quarta-feira e depois viaja para Lille. Na quinta, a equipe treina no local do jogo, e na sexta-feira encara o Japão, às 10h (horário de Brasília), no estádio Pierre Mauroy. Depois, a equipe ainda tem pela frente o duelo contra a Inglaterra, na terça-feira, dia 14 de novembro, no estádio de Wembley, em Londres. Fonte: Msn