CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Roberto valoriza empate e defende Jefferson

Técnico acredita que resultado mostrou o poder de reação do Timbu nesta reta final da SérieB


Sair na frente e sofrer um gol de empate nos acréscimos do primeiro tempo. Depois retomar a vantagem e, três minutos depois, sofrer outro revés, com direito a falha do goleiro. O empate em 2x2 com o CRB, no Rei Pelé, veio em circunstâncias cruéis para o Náutico. Mesmo assim, o técnico Roberto Fernandes preferiu valorizar o ponto conquistado em Maceió. Um jogo que, na visão do técnico, aumentou a esperança em uma reação na Série B.

O Náutico iniciou o jogo com uma dificuldade natural porque o grupo fez 20 minutos de trabalho no treino. Tivemos dificuldades, mas depois equilibramos as ações. Houve uma infelicidade que acontece com qualquer profissional (falha de Jefferson no segundo gol), mas os atletas que entraram no jogo, como Renan e Cal, foram bem. Se não foi o melhor jogo fora de casa sob meu comando, foi o que o time mais mereceu a vitória. O desempenho me deixou esperançoso para os próximos jogos", afirmou o técnico. "Quem viu esse jogo e não olhou para a tabela, não diz que o Náutico é 19º. Pelo entusiasmo, pela entrega e pelos nossos inúmeros desfalques", completou.

Com boas defesas durante o jogo, Jefferson estava se credenciado como um dos heróis alvirrubros no Rei Pelé, mas a falha final ao soltar uma bola nos pés de Neto Baiano acabou com a noite quase impecável do camisa 1. Mesmo assim, Roberto tratou de elogiar o dono da meta do Timbu. "Jefferson é um goleiro de potencial. Coloco ele já como realidade pela regularidade nas partidas. Ele vai falhar como qualquer goleiro vai. O lance é como ele entrou na equipe, em uma situação desesperadora", frisou o treinador.
Fonte: FolhaPE