CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Prefeitos do Agreste se reúnem em Belo Jardim para discutir segurança pública





Nesta sexta-feira (8), o prefeito Hélio dos Terrenos participou de uma reunião com alguns prefeitos do Agreste para discutir a segurança pública nos municípios. Participaram do encontro os prefeitos Heraldo Oliveira (Sanharó), Álvaro Marques (Tacaimbó), Débora Almeida (São Bento do Una), Jadiel Braga (São Caetano), Ivaldo Almeida (Cachoeirinha) e Douglas Duarte (Angelim).






O objetivo da reunião foi discutir ações para combater a criminalidade na região, tendo em vista o clima de insegurança nas cidades, e formalizar uma série de reivindicações que serão entregues ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Vários assuntos foram discutidos pelos prefeitos, dentre eles, os efetivos das polícias Militar e Civil, que estão defasados, falta de viaturas para atender a demanda de ocorrências e realizar patrulhamento. Os prefeitos cobram, também, a manutenção das viaturas existentes.




Somando os habitantes das sete cidades, as reivindicações irão atender diretamente 247 mil pessoas, que sofrem com a falta de segurança. Segundo prefeito Hélio dos Terrenos, a reunião mostra o interesse dos municípios em cobrar medidas urgentes do governo estadual. “Estamos vivendo hoje um momento histórico. Sete prefeitos da região se reúnem em prol de um único objetivo, que é garantir as famílias, não só de Belo Jardim, mas dos sete municípios, segurança. Hoje, o cidadão se sente acuado, sem direito desfrutar do seu lazer por conta da criminalidade que se instaurou no estado. Estamos fazendo a nossa parte, investindo em iluminação. Já trocamos mais de 700 lâmpadas, na tentativa de inibir ações criminosas nos bairros, mas sabemos que é insuficiente”, explica.

O prefeito debateu ainda a situação do 15º Batalhão de Polícia Militar, que fica em Belo Jardim. “Hoje o 15º Batalhão opera com apenas 30% do seu efetivo e precisa de, aproximadamente, 100 policiais para atender a demanda da região, tendo em vista o crescimento populacional nos últimos anos. Elaboramos dez solicitações referentes à segurança pública, e iremos juntos entregar ao governador Paulo Câmara. Esperamos que essas solicitações, que não são nossas, mas sim do povo, que clama por segurança, sejam atendidas pelo governador”, declarou o prefeito.




Dentre as solicitações, estão: ampliar a frota de viaturas; policiamento ostensivo com as policias especializadas, do Batalhão Especial de Polícia do Interior (Bepi), Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) e da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam); aumento no efetivo policial.



Para a prefeita Débora Almeida, o Agreste precisa ser atendido pelo governo estadual. “Uma nova turma de policiais militares está se formando agora em setembro, se não tivermos certa agilidade em levar essas solicitações, mais uma vez o nosso agreste ficará desassistido de efetivo, pois a maioria dos novos policiais é direcionada para os batalhões da capital pernambucana. O agreste é uma das regiões mais populosas. O povo pede mais segurança”, pontua.