CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Eclipse solar é visto parcialmente em Pernambuco

(Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
O eclipse solar pôde ser visto de forma parcial em Pernambuco, nesta segunda-feira (21). No Recife, fenômeno teve início por volta das 16h30 e alcançou o máximo de visibilidade, de 29% de acordo com o Espaço Ciência, às 17h15, aproximadamente.    

Dezenas de pessoas se reuniram no Observatório Astronômico do Alto da Sé, em Olinda, que abriu excepcionalmente nesta segunda para a observação do público. A pernambucana Silvana mora nos Estados Unidos, onde o eclipse pôde ser visto 100%. "Meu marido é americano e a família está lá, vendo o eclipse total. Perdi lá, mas aqui a vista está bonita", afirmou.    

Em Fernando de Noronha, turistas e moradores acompanharam o fenômeno. O morador da ilha, Tony Clayton Barros esteve no Forte do Boldró com o filho, Caio. Os dois levaram pedaços de uma radiografia, que serviram como filtro para proteger os olhos. “É meu primeiro eclipse, eu achava que a lua iria encobrir o sol. Não foi da forma que eu imaginei, mas gostei muito”, afirmou Caio Barros.     

No Brasil, as regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste puderam visualizar o eclipse. No Recife, um novo eclipse solar acontece em 14 de dezembro de 2020, na forma parcial, e em 12 de agosto de 2045 na forma total.    

Um eclipse solar ocorre quando a lua se posiciona de tal maneira entre o sol e a Terra que ela acaba por lançar ‘uma sombra’ sobre o planeta, informa a Agência Espacial Americana (Nasa). A lua, então, bloqueia a entrada de luz solar que chega à Terra.    

O fenômeno desta segunda-feira (21) foi um eclipse solar total. Nesse tipo de eclipse, o sol, a lua e a Terra estão bem alinhados, quase em linha reta. Ele pôde ser observado assim na América do Norte e Caribe. Fonte: G1