CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Audiência pública apresenta informações sobre a Adutora de Serra Azul, o evento aconteceu em Bezerros,PE


Nesta sexta-feira (4) a cidade de Bezerros, no Agreste de Pernambuco, recebeu uma audiência pública que apresentou informações sobre a obra da Adutora de Serro Azul, que tem uma investimento de R$ 200 milhões. Os recursos são do Governo do Estado e Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), com financiamento o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A nova adutora prevê vazão de 500 litros de água por segundo, a partir da Barragem de Serra Azul, em Palmares, na Zona da Mata Sul, até dez cidades do Agreste. A ordem de serviço para a obra deve ser assinada em outubro e a conclusão está prevista para março de 2019.

Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a audiência é importante para mostrar detalhes a população. "Pudemos fazer uma apresentação detalhada desse projeto. A audiência pública é um requisito legal para obras muito grandes, acima de R$ 150 milhões, é o primeiro ato que se faz para a licitação. A Adutora de Serro Azul é a obra hídrica estruturadora mais importante para antecipar a chegada de água à Adutora do Agreste e dar funcionalidade às tubulações já assentadas", disse Roberto.

O projeto da Adutora de Serro Azul prevê a implantação de 68 quilômetros de adutora, quatro estações de bombeamento e um reservatório com capacidade para armazenar 4,5 mil metros cúbicos de água. A obra será interligada à Adutora do Agreste na cidade de Bezerros, próximo a Encruzilhada de São João, e vai beneficiar, de forma direta, as cidades de Gravatá, Caruaru, Bezerros, São Caetano, Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó, São Bento do Una, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe.

As outras alternativas encontradas pelo Governo do Estado para atender a região Agreste foram a Adutora do Moxotó, que deve ser concluída em dezembro deste ano e trará água da Transposição até Arcoverde, a Adutora do Pirangi e a Adutora do Siriji, estas duas últimas já concluídas.Fonte: G1 Caruaru