CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Após tropeço, Luxemburgo cobra ataque do Sport: "Tem que ter drible"


A atuação do Sport contra a Ponte Preta, no último domingo, ligou um sinal de alerta para o técnico Vanderlei Luxemburgo. Ao menos em relação à produção do ataque rubro-negro: segundo ele, o Leão precisa evoluir quando enfrenta equipes retrancadas.

Luxemburgo cobrou dos jogadores maior criatividade - artigo em falta nos últimos jogos do Leão, principalmente dentro de casa. Ele usa o jogo contra a Ponte Preta como exemplo.

O que faltou para nós foi um drible. Não adianta só ficar com a bola, tem que fazer alguma coisa mais aguda, algo diferente. Quando os adversários vêm atrás aqui em casa, falta alguma coisa. Um drible, uma jogada individual, uma situação que vá desarmar o adversário - disse

Ele explica como o Leão tem caído na armadilha armada pelos rivais.

Não adianta só ter a posse de bola. Vai na esquerda, vai na direita. É isso que o adversário quer. Tem que ter isso (troca de passes), mas tem que ter metida de bola, drible... Alguma coisa diferente. Espero trabalhar essa parte ofensiva e incentivar o jogador a fazer jogada individual. Se você dá um drible, já matou uma linha - declarou.

Segundo Vanderlei, no entanto, este problema não afeta só o Sport. Todas as equipes do futebol brasileiro sofrem do mal. Inclusive a que melhor joga no país atualmente.

(O problema) Não é só o meu time. É uma questão do futebol brasileiro. O Corinthians, que é o líder da competição, joga totalmente atrás, deixando o adversário ter posse de bola, e sai sempre no contragolpe, buscando uma situação, duas ou três dentro do jogo. Os adversários finalizam mais, têm mais posse de bola, mas não conseguem ganhar - afirmou. Fonte: GEPE