CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Precisava ser humilhante, e foi.


. Precisava ser humilhante, e foi.

         Nem sempre a vitória traz o gosto saboroso do triunfo. Por vezes, é na derrota do outro que se alcança o êxtase sublime do conquista.

         Ontem, as milhares de pessoas que festejaram a vitória de Hélio na Siqueira Campos, e em todas as ruas da cidade, tinham na garganta um único grito: - fora João Mendonça. A vitória de Hélio dos Terrenos não significou uma vitória sem si mesma, foi, na verdade, a arrasadora e humilhante derrota de Luiz que trouxe a euforia a todos os adversários de João Mendonça. Mesmo quem não votou em Hélio, por questões ideológicas, se sentiu vingado. A maioria bradavam nas redes sociais e nas calçadas; há 16 anos esperávamos por esse momento, cada um tomou a vitória de Hélio como sua, particular, pessoal, íntima. Cada qual tinha seu motivo, e eram os mais diversos, porém todos peculiar a João: disponibilidade, perseguição, traição, demissões, humilhações. Uma mulher “pichava” sua página no face: - “estava grávida de 5 meses quando João me colocou em disponibilidade, recebia 10 reais por mês e meu marido desempregado, hoje me viguei de você”.

         João sabia que ia perder, - ninguém faz tanto mal a uma cidade, a um povo e fica impune para sempre, ele sabia disso-, o que ele não sabia é que esse mesmo povo tinha aprendido a lição e que havia decidido lhe humilhar nas urnas. Às vezes a política sai da política e se torna pessoal, questão de honra, e se espera o tempo que for preciso para dá o troco.

         Os pais e mães de família colocados em disponibilidade, demitidos, transferidos. Os humilhados na prefeitura por tantos perseguidores ao longo de 16 anos. Os familiares dos que morreram por falta de atendimento no hospital, fechado por descaso. Os pais de alunos que comeram comida roída por ratos, dos alunos sem transporte escolar adequado, sem diário de classe, sem água nas escolas. Os contratados que passavam três meses sem receber, a mulher que estava grávida de 5 meses quando foi posta em disponibilidade. Todos eles queriam que fosse humilhante, e foi.

Fonte: Dr. Evandro Mauro.