CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

PAPELARIA CONTRATADA PELO MUNICÍPIO POR MAIS DE R$ 300MIL NÃO FORNECE ALIMENTOS DIRETAMENTE PARA O CAPS E É PEDIDO INVESTIGAÇÃO AO MP PELO DR. LEANDRO MARTINS


         O Dr. Leandro Martins da Silva recebeu denúncia anônima que havia uma empresa do ramo de papelaria, contratada por mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) pelo Município em abril do ano corrente, com a finalidade de fornecer alimentos para o CAPS (órgão de excelência que cuida da saúde mental dos nossos munícipes). Bem como que a comida fornecida, não havia variedade nutricional e às vezes já chegava estragada.

         Compareceu na data de hoje, por volta das 10:25, na sede do CAPS, na condição de cidadão fiscal do erário público, o Dr. Leandro Martins, oportunidade na qual, a Coordenadora Rosangêla Santos ainda não se fazia presente. A Sra. Rosemar informou que, nunca e nenhuma empresa forneceu alimentos diretamente para o CAPS, que a Sra. Rosemar faz uma lista dos alimentos que necessita e solicita juntamente a Sra. Bernadete na cozinha do Hospital Júlio Alves de Lira. Que a alimentação fornecida é própria ao consumo humano e não existe controle registrado internamente do que é consumido.

         Ato contínuo o Dr. Leandro se dirigiu até a cozinha do hospital, onde foi muito bem recebido pela Sr. Bernadete, ocasião na qual esclareceu, que de fato a Sra. Rosemar vai buscar alimentos para o CAPS, que nem sempre pode fornecer integralmente o pleiteado nas solicitações. Que além do CAPS, do estoque de alimentos do hospital, são abastecidos o SAMU e a Secretaria de Saúde. Que a autorização para fornecimento de alimentos da cozinha do hospital para o CAPS, SAMU e Secretária de Saúde partiu do Departamento de Compras da Secretaria de Saúde durante o governo do ex-prefeito João Mendonça.
         Que até abril desse ano, era outra a empresa responsável pelo fornecimento de alimentos. Entretanto, os mesmos funcionários da empresa anterior trabalham na empresa atual. O motorista que entrega chama-se Edgar, e o empresário atual responsável, chama-se Thiago. Informa a Sr. Bernadete que a empresa é de Cabo de Santo Agostinho-PE. A comida é própria para o consumo humano.

         A Sra. Bernadete disponibilizou toda a documentação que tinha no momento, com a finalidade de comprovar a veracidade dos fatos afirmados.

         Enquanto, Dr. Leandro estava conversando com a Sra. Bernadete, a Sra. Rosangela Santos ligou e prestou os devidos esclarecimentos no sentido de que o CAPS funciona desde 2014. Porém, nunca recebeu alimentação diretamente fornecida por empresa contratada pelo Município e que nada mais tinha a declarar.

         O caso será encaminhado ao Ministério Público para que investigue a prática de ilícitos supostamente cometidos para lesar a administração pública e busque punir os responsáveis.
Fonte: Dr. Leandro Martins da Silva