CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Bolsa Família elimina 1.050 cadastros irregulares em Belo Jardim, PE. Desse total, 266 eram empresários.


A Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social, por meio da nova gestão do Bolsa Família, concluiu nessa quarta-feira (28), a exclusão de 1.050 pessoas do SIBEC, o Sistema de Benefícios ao Cidadão.


Todas elas foram identificadas pelo Ministério Público em uma investigação sobre pagamentos irregulares do Bolsa Família, que recomendou desde 2016, a exclusão das mesmas. Apesar da investigação do MP, as orientações foram engavetadas pelo governo cassado e mais de mil pessoas continuaram a receber o benefício, mesmo sem precisarem dele.

Assim que a nova gestão descobriu as irregularidades, deu início ao processo de análise e exclusão, que contou com o trabalho árduo da equipe técnica de assistência social. Dezenas de famílias foram visitadas, mas para atender prontamente a recomendação do MP, todas as 1.050 pessoas foram bloqueadas, inclusive aquelas que não receberam a visita dos técnicos.

Foram suspensos 784 benefícios pagos anteriormente para falecidos, servidores municipais e aqueles que não se enquadram ao limite de renda de R$ 85 per capita e outros 266 empresários.

Finalmente, a recomendação do Ministério Público foi atendida, pois a gestão passada omitiu e escondeu os documentos a fim de beneficiar pessoas que não precisavam receber dinheiro do Bolsa Família.

Para se ter uma ideia, a lista do Ministério Público identificou empresários como A.C.S. que recebeu um acumulado de R$ 28.836. Já M.E.S.O. chegou a embolsar R$ 15.260. Enquanto isso, a população que realmente precisava, estava na fila de espera para receber o Bolsa Família.

Segundo a Secretária de Ação Social, Rosemere Guimarães, com a exclusão desses 1.050 cadastros irregulares, novas pessoas que realmente se encaixam no perfil, passarão a receber o auxílio. Aquelas que foram excluídas, mas que se julgam no perfil do Bolsa Família, devem procurar a sede do programa, localizada no Centro Social Urbano, que fica na Av. Sebastião Rodrigues da Costa, para realizar uma entrevista e a atualização dos dados sócios-econômicos. 
Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Belo Jardim - Ascom PMBJ.