CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Se Liga! Deputado Luís de França muito fez por Belo Jardim na gestão do Prefeito Júlio Alves de Lira

O deputado Luís de França Cavalcanti Costa Lima ocupou a bancada da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, por 15 anos seguidos. Durante sua trajetória política o “estrangeiro” como era conhecido à época na cidade, pelo fato de residir no Recife, prestou relevantes serviços ao município de cidade de Belo Jardim, bem como a região do agreste de Pernambuco. Iniciou sua militância política na cidade, enfrentando um grupo muito forte à época, que era liderado pelos irmãos Arnaldo e Artur Maciel, bem como os jovens Rubens Cintra, Edson Moura, José Mendonça e José Augusto que integrava o referido grupo.  

Luís de França foi um dos políticos que mais fez por Belo jardim ao longo de sua história política. No entanto, seu nome é pouco mencionado nos textos e discursos que são proferidos sobre os construtores da cidade. Talvez seja pelo fato de certa miopia das elites locais ou simplesmente por insistirem em reforçar sua hegemonia política, ocultando assim os feitos de alguns atores políticos do passado. Contudo, “os sujeitos construtores da história. 

Nota: "Nesta foto aparece com microfone e discursando o deputado Luís de França, ao centro e de branco o prefeito Júlio Alves de Lira, e a esquerda da imagem com as mãos para frente João Torres".    

O deputado Luís de França fundou juntamente com a professora D. Olindina Carneiro Mergulhão e o Sr. Zuza Maciel, presidente da Associação Beneficente Santa Inês à época, a Escola Normal e Ginásio Professor Donino, atualmente Escola Estadual Professor Donino. “Visando dar melhor assistência ao ensino primário na zona rural, conseguiu do Estado verbas para construção das escolas rurais de Taboquinha, Capoeira de Dentro e Campo – Novo”.  

Com relação ao homem do campo e a ausência de crédito rural, fundou a Cooperativa Auxiliar do Agricultor. Instituição a qual foi presidente por vários anos, tendo na gerencia da mesma, o Sr. Zuza Maciel. Com o apoio do seu sobrinho o Deputado Federal Oswaldo Lima Filho, solicitou ao DNER (Departamento Nacional de Estradas de Rodagem) que fizesse os devidos estudos para a construção da estrada de rodagem de Belo Jardim ao Brejo da Madre de Deus, passando pelo distrito de Serra dos Ventos. A despeito desta obra, chegou à figura no orçamento da República a verba necessária para inicio da construção. 

No entanto, as obras da PE – 166 só foram realizadas parcialmente até o distrito de Serra dos Ventos em 2002, durante o primeiro mandato de Jarbas
Vasconcelos e José Mendonça Bezerra Filho a frente ao governo do Estado de Pernambuco. Na efêmera passagem no cargo de Secretário de Viação e Obras Públicas do Estado, por apenas três meses, conseguiu as verbas necessárias à construção do Colégio Agrícola e do Grupo Escolar João Monteiro de Melo (atualmente escola João Monteiro de Melo), situado no bairro de Santão Antônio e doado pelo prefeito Artur Paes, com o apoio do presidente da câmara de Vereadores a época, Sr. José Ramos. Ao lado do
prefeito Júlio Alves de Lira (1964-1968), conseguiu interferir o processo de emancipação dos distritos de Serra dos Ventos e Xucuru, pertencentes a Belo Jardim com um mandado de segurança expedido pela justiça. Contudo, podemos salientar que Luís de França Cavalcanti Costa Lima, prestou relevantes trabalhos.  Texto: José Cássio