CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Santa Cruz bate Sport na Ilha e abre vantagem por vaga em decisão.

Deu Santa Cruz no Clássico das Multidões deste sábado (29). Na Ilha do Retiro, o Tricolor venceu o Sport por 2 a 1 e saiu na frente na semifinal da Copa do Nordeste. Léo Costa e Halef Pitbull marcaram os gols corais, e Diego Souza descontou.

O Santa Cruz tem a vantagem do empate e pode até perder por 1 a 0 nesta quarta-feira (03), quando os rivais se reencontram no Arruda para definir quem avança à decisão. Valendo o critério de gols fora de casa, o Sport precisa fazer ao menos dois gols para ter chance de se classificar no tempo normal — se devolver o placar, a disputa vai aos pênaltis. O vencedor decide o título contra Bahia ou Vitória.

A meia hora inicial teve mais estudo que chances de gol. Com exceção de uma grande defesa de Jacsson, toda a ação do primeiro tempo se deu em só dez minutos. Magrão fez ótima defesa aos 32 minutos, parando um chutaço de Léo Costa, mas não pode fazer nada alguns segundos depois, quando o camisa 7 tricolor cabeceou de forma certeira para abrir o placar para os visitantes.
A desvantagem, no entanto, não assustou o Sport. O time da casa teria empatado aos 35 se Juninho não tivesse perdido outro gol de forma incrível. Sorte dele que Diego Souza apareceu dois minutos depois, sofreu pênalti de Tiago Costa e converteu com categoria.

O segundo tempo basicamente seguiu o mesmo roteiro do primeiro, com as equipes brigando muito e criando pouco no início. Tudo mudou aos 31 minutos, quando André Luís fez linda jogada, costurando pelo meio até dar a assistência para Halef Pitbull fazer o segundo do Santa Cruz.

O gol sofrido serviu de senha para o Leão se jogar à frente. A pressão rubro-negra quase deu resultado em uma sequência de lances, Primeiro Fabrício por pouco não fez gol olímpico; em seguida um chute de Rithely desviou na defesa coral e saiu caprichosamente pela linha de fundo; e depois Jaccson fez boa defesa em nova finalização de Rithely. No entanto o ímpeto do Sport diminuiu na reta final e, além de não empatar, o Leão ainda perdeu Lenis expulso nos acréscimos. Fonte: Uol