CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Preocupado com situação do Central, grupo se reúne para ajudar o clube


Um grupo de sócios, diretores e torcedores está preocupado com a atual situação do Central dentro e fora do campo. Dívidas trabalhistas, má campanha no Campeonato Pernambucano, condições do gramado e da estrutura do estádio Lacerdão e o futuro do clube quase centenário estão entre as pautas do colegiado.

Os integrantes do grupo estudam uma forma de intervir na atual gestão da Patativa, comandada pelo presidente Lícius Cavalvanti. De acordo com Roberto Mota, procurador da AGU, sócio do alvinegro e um dos participantes, a intenção é ajudar o Central.

O grupo não é de oposição. Envolve pessoas que gostam do Central, inclusive que apoiaram o presidente. É um grupo de pessoas que já contribuíram ou que querem contribuir. Uma série de episódios lamentáveis aconteceram, mas chegamos a conclusão que após o jogo contra o Salgueiro, dificilmente ele [Lícius Cavalcanti] tem condições de colocar o time na Série D.

Roberto Mota ainda informou que o grupo é formado por aproximadamente 20 pessoas. Entre elas, diretores da atual gestão, ex-dirigentes e novos apoiadores que querem o bem do Central, mas não conseguem diálogo com o executivo.

Não conseguimos falar com o presidente. Do jeito que ele se isolou, não vai angariar apoio sozinho. Ele perdeu a credibilidade por causa de alguns episódios, fora a falta de transparência. Nós percebemos que é o momento de ele ter a grandeza e reconhecer que precisa de ajuda.

Questionado sobre uma possível campanha para o afastamento do atual mandatário, ele ainda informou que a maior preocupação é com a Série D.

Não sei se existem motivos jurídicos para afastá-lo do cargo. Também não sei se podemos antecipar as eleições. Queremos formar um colegiado para ajudar o clube na quarta divisão.

O GloboEsporte.com tentou entrar em contato por telefone com o presidente Lícius Cavalcanti para saber se ele está ciente das reuniões e o que pretende para o clube, mas não teve as ligações atendidas. Fonte:GEPE