CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Ponte Preta vence o Santos nos pênaltis e avança às semifinais do Paulistão


DEU MACACA NO FINAL!
Depois de oito finais consecutivas de Paulistão, o Santos deixa a competição mais cedo. Méritos da Ponte Preta! No Pacaembu lotado, o Peixe devolveu o placar conquistado pela Macaca no jogo de Campinas (1  a 0), mas não conseguiu o segundo gol e viu a decisão ir para os pênaltis. David Braz, autor do gol no tempo normal, foi o único a desperdiçar sua cobrança. O Santos deixa o Paulistão e agora se volta para a Libertadores. Já a Ponte vai atrás de seu primeiro título estadual.



DESTAQUE
Os pênaltis de Santos (4) 1 x 0 (5) Ponte Preta pelas quartas de final do Paulista



INIMIGO ÍNTIMO
Aranha, ex-Santos, foi o algoz do Peixe, ao defender a cobrança de David Braz.

SEMIFINAIS DEFINIDAS
As semifinais serão Palmeiras (1º) x Ponte Preta (4º) e Corinthians (2º) x São Paulo (3º). As datas e locais dos confrontos das semifinais serão anunciados nesta terça-feira, às 11h30, em Congresso Técnico na Federação Paulista de Futebol (FPF). A única vantagem para os dois times de melhor campanha é o fato de decidir a vaga na segunda partida em casa. Clique aqui e veja mais detalhes.


PRIMEIRO TEMPO
Com a desvantagem no confronto por ter perdido por 1 a 0 no jogo de ida, em Campinas, o Santos sufocou a Ponte Preta no Pacaembu no início do primeiro tempo. Com a escalação que Dorival Júnior considera a ideal, os mandantes quase abriram o placar em finalizações de Ricardo Oliveira e Lucas Lima. O gol não demorou e saiu dos pés de um zagueiro – o que, neste caso, não chega a ser uma surpresa. Lucas Lima cobrou falta, Veríssimo tocou de puxeta para o meia da área e David Braz acertou um voleio, sem chances para Aranha. Foi o sétimo gol do camisa 14 no Pacaembu. A etapa inicial esquentou nos últimos minutos. Aos 40, Bruno Henrique foi empurrado por Lucca dentro da área, mas o árbitro Rafael Gomes Felix da Silva nada marcou. Depois, Clayson, que já tinha amarelo, dividiu uma bola com Lucas Veríssimo e acertou o santista com o pé. Mais uma vez, o juiz ignorou.

SEGUNDO TEMPO
O Santos continuou como o dono do jogo no segundo tempo. O goleiro Vanderlei era mero espectador no gramado do Pacaembu, onde a Ponte Preta pouco fazia. Mas a bola que colocaria o time do litoral diretamente na semifinal insistia em não entrar: primeiro, num cabeceio de Ricardo Oliveira que passou por cima do gol de Aranha, depois num chute de Zeca que parou na trave campineira. Os visitantes finalmente incomodaram a defesa do Santos aos 25 minutos da etapa final. Ravanelli bateu falta e obrigou Vanderlei a se mexer. Na sequência, Yago balançou a rede, mas em impedimento. O placar não mudou, e a decisão foi para os pênaltis. Fonte:GE