CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Dr. Leandro Martins da Silva pede investigação ao Ministério Público em relação à Diretora e o Prefeito João Mendonça sobre a suposta ordem para servir carne estragada aos alunos e servidores da Escola Risoleta e desvio de dinheiro público do Mais Educação




Dr. Leandro Martins da Silva pede investigação ao Ministério Público em relação à Diretora e o Prefeito João Mendonça sobre a suposta ordem para servir carne estragada aos alunos e servidores da Escola Risoleta e desvio de dinheiro público do Mais Educação

         Na data de ontem, 03/04/2017, o cidadão e advogado da Terra do Bitury, Dr. Leandro Martins protocolou Reclamação na Promotoria de defesa da Saúde e Patrimônio Público. Pede-se que investigue o suposto fato sobre a Diretora da Escola Risoleta, Adriana Siqueira, mesmo sabendo que os galetos estavam roídos, mandou lavar com vinagre, escaldar e preparar e depois ter confessado que serviu os frangos para toda a comunidade escolar, expondo a vida ou a saúde dos alunos e servidores a perigo direto e iminente.

         O outro motivo versa sobre um áudio supostamente da Diretora acima descrito falando de um esquema criminoso montado na Prefeitura Municipal de Belo Jardim par desvio de dinheiro público, em especial, do Programa do Governo Federal Mais Educação.

         Enquanto muitos professores trabalharam e estão de pernas secas de se dirigir ao governo municipal para cobrar seu dinheiro, em contrapartida,  a Diretora da Escola Risoleta, afirma que roubaram o dinheiro do Mais Educação, o modo como ocorreu a prática criminosa seria através e cheques assinados em branco. Esperamos que a Policia Federal e o Ministério Público não deixem que isso acabe em pizza.

         Abaixo segue trecho da transcrição do áudio supostamente de Adriana Siqueira (Momento 1:41) “Com relação a essas coisas de dinheiro de Mais Educação, a gente não tem que dizer nada nem se meter em nada não, deixe o bolo pra lá entendesse, a gente pega o dinheiro da escola, faz as coisas que a gente achar que deve da escola que eu mesmo não faço questão, eu mesmo não faço questão. Agora esse negócio do Mais Educação, deixe eles resolverem para lá, se quiser cheque em braço pra lá, infelizmente é assim que vocês são efetivas e eu sou contratada e isso é a vida toda, eu estou na prefeitura a vida toda, fiquei quatro anos no Planejamento que é onde mexe com essas coisas e eu sei, tá entendendo porque eu não vou discutir com secretário não que eu perco meu emprego minha filha, oxente tais doida, ninguém vai mexer com dinheiro da escola não, o dinheiro da escola é muito pouquinho, essa bixiga dessa velha roubou agora em dezembro e ele mandou ficar calada, não dizer nada, mas vai dá tudo certo”.