CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

TV SE LIGA

CLIP GOSPEL

Suspeitos de triplo homicídio em Caruaru eram vizinhos das vítimas

Os suspeitos de envolvimento no triplo homicídio em Lagoa do Paulista, na zona rural de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, presos neste sábado (25), moram próximos a casa das vítimas, a menos de 1km de distância. As informações foram confirmadas pelas famílias dos envolvidos.   

Parentes dos três lamentaram o ocorrido, já que devido a comunidade ser da zona rural, as famílias se conheciam há décadas, como diz um dos moradores que não quis se identificar. "Sei que eles fumam as coisas deles, que tem uns envolvimentos, mas para chegar nesse ponto não imaginava", disse.   

De acordo com a Polícia, um dos suspeitos de 23 anos era mecânico e tinha recentemente inaugurado uma oficina de motos em Lagoa do Paulista. Mas segundo informações recebidas pelo G1, o local servia de fachada e na verdade era usado como desmanche de motocicletas. Segundo a Polícia, foi ele quem chamou os outros dois envolvidos para roubar as motos da família.   

A mãe de um dos suspeitos, que também pediu para não ser identificada, disse que ele foi reconhecido após uma das vítimas conseguir retirar o capuz e ver o vizinho. "Uma delas reconheceu ele, lutou com ele. Ele saiu e disse que ia matar todo mundo e fez mesmo. Ele tava triste e a gente queria saber o que ele tinha. Ficou estranho após o crime", disse.   

O operador de máquina, Alex Silva, cunhado do suspeito de 23 anos, confirmou que as famílias se conheciam e tinham bom relacionamento. "O pai dele está na rua para prestar depoimento, está lá, não para de chorar. Quem imaginava que o filho mais novo da família faria uma coisa dessas? Isso não existe, se fez tem que pagar. Porque quem está sentindo a dor é a família", comentou.   

O repórter da TV Asa Branca, Magno Wendel e o cinegrafista Artur Oliveira, estiveram em Lagoa do Paulista e acompanharam o drama das famílias dos suspeitos envolvidas no crime. Os detalhes estão na reportagem acima. 
Fonte: G1 Caruaru